Servidores administrativos da UFG, IFG e IF Goiano entram em greve

Notícias Top Geral

Servidores técnico-administrativos das instituições federais de ensino superior em Goiás entraram em greve nesta quinta-feira (28). A categoria reivindica reajuste salarial e melhoria no plano de carreira. Os professores não aderiram ao movimento no estado.

A decisão foi tomada no final da manhã em assembleia que reuniu cerca de 230 funcionários. A paralisação inclui funcionários da Universidade Federal de Goiás (UFG), do Instituto Federal de Goiás (IFG) e do Instituto Federal Goiano (IF Goiano).

O Sindicato dos Trabalhadores Técnicos- Administrativos em Educação das Instituições Federais de Ensino Superior do Estado de Goiás (Sint-Ifesgo) acredita que o movimento terá grande adesão.

A categoria pede aumento de 27,3%. “Esse reajuste salarial é correspondente às perdas inflacionárias de janeiro de 2011 e 2016”, disse o coordenador de saúde do trabalhador do Sint-Ifesgo, Fernando Mota.

Em nota, o Ministério da Educação informou que o governo federal “dialoga com todos os setores das instituições federais de ensino superior. Por isso, “as greves só fazem sentido quando estiverem esgotados os canais de negociação”.

Do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.