Safrinha de milho em Goiás poderá ser menos produtiva

Agronegócio

Por conta das chuvas dos últimos meses, as lavouras de milho no estado de Goiás estão com bom desenvolvimento vegetativo. Por isso, para o vice-presidente da Federação da Agricultura de Goiás (FAEG), os produtores que plantaram dentro da janela estão mais tranquilos e a cultura já está em fase de florescimento.

TEste 2020 aac

Entretanto, para aqueles que adiaram o plantio, a situação é um pouco mais preocupante e incerta, já que as médias de chuvas para o mês de maio serão de cerca de 70 milímetros.

Este atraso no plantio ocorreu por conta da demora na colheita da soja, por isso, muitos agricultores estenderam a janela de plantio do milho até o dia 10 de março, mesmo sabendo que a produtividade das lavouras provavelmente cairia. Além disso, muitos produtores também tiveram prejuízo com a produção das lavouras de soja já colhidas.

Outro ponto que tem preocupado os agricultores é o custo dos inseticidas, que se elevou e que mesmo assim, deverá ser levado em consideração já que muitas lavouras de milho estão sendo atacadas por pragas como o pulgão.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.