28 de fevereiro de 2024
Diretoria da OAB/JATAÍ, no último dia 31.07.2014, reuniu com Presidente do TRT goiano, Elza Cândida da Silveira, fazendo reivindicações para a advocacia local. Restou requerido a implantação da 2ª Vara do Trabalho em Jataí, considerando que no ano de 2013, foram 2100 processos que tramitaram na Justiça Especializada na Unica Vara do Trabalho atualmente existente.

Diretoria da OAB/JATAÍ, no último dia 31.07.2014, reuniu com Presidente do TRT goiano, Elza Cândida da Silveira, fazendo reivindicações para a advocacia local. Restou requerido a implantação da 2ª Vara do Trabalho em Jataí, considerando que no ano de 2013, foram 2100 processos que tramitaram na Justiça Especializada na Unica Vara do Trabalho atualmente existente. Requereu-se também o estudo da possibilidade de cessão de espaço físico, nas dependência da Vara do Trabalho de Jataí, para se estabelecer um estacionamento destinado aos advogados. A Presidente do Tribunal Regional da 18ª Região, se comprometeu em enserir no projeto que solicita ao o Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) a criação de novas Varas do Trabalho para o Estado de Goiás, a proposta de criação da 2ª Vara do Trabalho de Jataí, bem como que uma vez estabelecida esta nova Vara do Trabalho, com a necessária ampliação do espaço físico da sede local da Justiça do Trabalho, contemplar um estacionamento destinado à advocacia.

A Diretoria da OAB/JATAÍ, também expôs as dificuldades que estão sendo enfrentadas pelos advogados, relativamente ao levantamento de alvarás, salientando que estas dificuldades serão agravadas, com a recomendação da Corregedoria do TRT da 18ª Região, que determina que os acordos firmados somente sejam cumpridos mediante depósitos em contas judiciais, ante a deficiência do atendimento à advocacia junto a Caixa Econômica Federal. Diante desta reclamação, a Presidente se comprometeu em solicitar à Caixa Economica Federal que seja estabelecido um Posto de Atendimento na própria Vara do Trabalho, visando dar celeridade ao atendimento da advocacia.

As dificuldades relativas a recomendação da Corregedoria do TRT da 18ª Região, também foram objeto de reunião junto a Seccional da OAB/GO, ocorrida no último dia 25.07.2014, ante a ausência de número suficientes de agências dos bancos oficiais, em especial a Caixa Econômica, o que acarreta a necessidade dos advogados permanecerem por longo período em filas para serem atendidos. O diretor-tesoureiro da OAB-GO, Enil Henrique de Souza Filho, informou que irá buscar interiorizar a parceria firmada com o Banco do Brasil (BB), onde um projeto piloto que busca melhorias no atendimento aos advogados. A proposta do projeto piloto e seu andamento serão apresentados detalhadamente na reunião do Conselho Seccional do dia 6 de agosto.

Fonte: OAB/Jataí

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE