Notícias Top Destaque

Sindicato dos Médicos delibera por paralisação no Hospital das Clínicas de Jataí

Os atendimentos de urgência e emergência serão mantidos

Larissa Pedriel
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Em nota enviada ao Portal Panorama, o SIMEGO (Sindicato dos Médicos no Estado de Goiás) informou que haverá paralisação no atendimento dos médicos no dia 31 de Maio, sexta-feira em que se comemora o aniversário de Jataí.

A paralisação acontecerá no Hospital das Clínicas Dr. Serafim de Carvalho, e não afetará os atendimentos de urgência e emergência, como previsto em lei.

A deliberação foi tomada em Assembleia Geral realizada na última sexta-feira (24). O motivo seria a “substancial diminuição do padrão remuneratório” que o novo edital de chamamento de médicos credenciados apresenta.

Também afirmaram que a falta de insumos hospitalares básicos na rede de saúde pública municipal impossibilita a prestação de um serviço médico eficiente e seguro, com atendimento digno a população.

Leia também: Cirurgiões gerais de emergência pediram exoneração dos cargos em Jataí

Na nota, o SEMEGO afirma “Os gestores responsáveis pela Saúde Pública do Município não procederam com as necessárias negociações com vistas ao atendimento à pauta de reivindicações apresentada pelos médicos.”

Na manhã desta segunda-feira (27), o prefeito Vinícius Luz foi recebido no Jornal das Sete, apresentado pelo radialista Izalter Francisco, e relatou, na ocasião, sobre a atual situação:

Nós precisamos fazer um plano de contingenciamento para que a gente possa não deixar faltar o básico e adequar os salários. E é isso que alguns médicos não estão aceitando.

Nós fizemos um estudo da região, com várias outras cidades, e apuramos que a média salarial paga aos médicos contratados em Jataí estava acima da média de outras cidades. Então nós propusemos, dentro de uma média razoável, uma redução para que o serviço não pare.

Nós propusemos porque não podemos gastar todo o dinheiro da saúde só com folha, as pessoas estão reclamando e estão reclamando com razão. Está faltando o básico, e estamos gastando dinheiro com folha. Não podemos fazer isso. É isso que eles precisam entender.

Nada avançou nas negociações até agora, eles deram a mediação do Ministério Público por encerrada, chamaram o sindicato dos médicos. Eu não vou fazer nenhum confrontamento com eles, nós estamos tratando disso com a maior sinceridade, honestidade e transparência possível. O fato é, se não tem o dinheiro para pagar, como vou contratar?

Se o Estado tivesse colocado em dia esse valor de 7 milhões e 700 mil reais, possivelmente não estaríamos discutindo essa crise hoje.”

Confira a nota na íntegra:

Larissa Pedriel
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

mm

Redação Portal PaNoRaMa

O Portal PaNoRaMa um dos pioneiros na área de cobertura de eventos e notícias de Jataí - Goiás, lançando uma forma única de trabalho e divulgação.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Precisa de ajuda?