Pn7 GOIÁS: Polícia investiga estupro coletivo contra menina de 12 anos

Sem categoria

A Polícia Civil investiga a denúncia de estupro coletivo contra uma garota de 12 anos, em Itapirapuã, no noroeste de Goiás. De acordo com o delegado Paulo Roberto Tavares de Brito, responsável pelo caso, a menina prestou depoimento nesta terça-feira (2) e afirmou ter sido levada por dois homens armados para uma casa onde havia outros três homens. Ela disse que foi dopada, desmaiou e não se lembra do que ocorreu. Ainda de acordo com um delegado, um exame comprovou que houve relação sexual.

O caso ocorreu na madrugada do último domingo (30). A menina, que mora em Jussara, também no noroeste do estado, foi para Itapirapuã com os pais, que são cantores e iriam se apresentar em uma festa beneficente. Como estava com sono, ela decidiu ir dormir no carro junto com a irmã mais velha, de 14 anos.

“Alguns minutos depois, ela disse que resolveu sair do carro para encontrar os pais, pois estava passando mal. Nesse ínterim, apareceram os dois indivíduos, que segundo ela, estavam com uma arma e um facão, e a levou para uma casa abandonada na zona rural da cidade”, disse o delegado.

A garota informou ainda que outros três homens estavam na residência. Após ser obrigada a ingerir uma bebida, ela conta que acabou adormecendo e só foi encontrada pela manhã por um amigo da família que estava ajudando nas buscas.

Até a tarde desta terça-feira, nenhum dos suspeitos foi identificado. A menina ficou internada por dois dias no Hospital Materno Infantil (HMI), em Goiânia, onde fez exames e tomou medicação contra doenças sexualmente transmissíveis.

Nesta semana, a polícia deve ouvir mais testemunhas do caso, mas não adiantou quem seria para não atrapalhar as investigações.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.