Dois títulos de cidadania são entregues em sessão solene

Dois títulos de cidadania são entregues em sessão solene

2 meses atrás 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

Em sessão solene realizada no último dia 21, no plenário João Justino de Oliveira, foi entregue o título de cidadão jataiense a Antônia Rodrigues Goulart de Assis e Iteral José de Moraes. As duas homenagens foram propostas pela vereadora Alessandra Oliveira e aprovadas por todos os vereadores.

Antônia Assis, mais conhecida como “Tonha”, nasceu no dia 11 de outubro de 1926, em Quirinópolis, filha de Antônio Rodrigues Goulart de Assis e Maria Jacinta. No ano de 1947 se casou com Newton Antônio de Assis. Os dois se mudaram para Jataí na década de 1960, quando seu marido adquiriu uma parte de terra na cabeceira do córrego Jataí. Tiveram sete filhos: Valdemis Antônio de Assis, Ozair Antônio de Assis, Anália Rodrigues de Assis, Silvia Rodrigues de Assis, Varlene Rodrigues de Assis, Aurea Rodrigues de Assis Lambert, Norma Sueli Rodrigues de Assis e Wilson Fabiano da Silva. Hoje possui quatorze netos e dez bisnetos.

Desde os anos 1960, começaram a tradição de comemorar a Folia de Santo Reis no dia 1° de janeiro, quando a família se reúne para confraternização e cantar músicas temáticas tradicionais, perpetuando a riqueza cultural da região e estreitando os laços familiares.

Dona Tonha ficou viúva em 1980. Mora na Rua Marechal Rondon por mais de seis décadas, de onde viu o desenvolvimento do município e a construção de várias obras, como Catedral Divino Espírito Santo.

Já Iteral José de Moraes é conhecido por quase todos como “Escurinho da Ambulância”. Nasceu no dia 4 de março de 1944, na vizinha cidade de Mineiros. É filho de José Leopoldino de Moraes e Romana Sebastiana de Moraes. Chegou a Jataí no dia 26 de fevereiro de 1956, com 12 anos, quando se matriculou na Escola José Manoel Vilela.

Seu primeiro trabalho foi como pedreiro na prefeitura de Jataí, na década de 1960, onde trabalhou, dentre várias obras, na construção da hoje extinta creche Santo Antônio da Ilha dos Bambus. Nesse mesmo período, seu pai, que era maestro, fundou uma banda de fanfarra com servidores do município, da qual participava como sanfoneiro. No ano de 1988, passou no concurso como instrutor de banda de fanfarra, e passou a trabalhar como músico no colégio Nestório Ribeiro, na Escola Técnica de Goiás, no colégio José Feliciano, no Caic e na escola Isabel Franco. Nessas três últimas escolas foi o fundador da banda de fanfarra.

No ano de 1994, tomou posse do concurso na prefeitura de Jataí como motorista na ambulância do antigo Centro Médico, onde trabalhou por 12 anos com muita dedicação e empenho aos pacientes que transportou. Em 2006, foi transferido para a Superintendência Municipal de Trânsito, onde se aposentou.

Casou-se por duas vezes. Com a primeira esposa, Maria das Graças Silva, teve dois filhos: Ana Lúcia de Moraes e Vander Silva de Moraes. Com a segunda esposa, Maria das Graças Oliveira, teve cinco filhos: Lêda, Luana, Lieda, Aparecida e Ricardo. Tem ainda onze netos e quatro bisnetos. Aposentou-se em dezembro de 2012.

Francisco Cabral – Direção de Mídias
Câmara Municipal de Jataí
Foto: Messias Bernardo/CMJ
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br