5 ingredientes de maquiagem que você deve evitar se tiver pele seca

5 ingredientes de maquiagem que você deve evitar se tiver pele seca

4 semanas atrás 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

Oleosa, seca, madura, mista… Existem diferentes tipos de tez. Sabemos muito bem das dificuldades de mantermos essa região do nosso corpo bem cuidada. Quando falamos de cútis seca, em particular, não é com qualquer produto que ela pode se beneficiar. Junto aos dermocosméticos voltados para essa função, a maquiagem aplicada no rosto também deve ser específica para esse tipo de pele.

Quer receber notícias no seu WhatsApp? Entre no grupo do Portal Panorama

É crucial identificar algumas fórmulas que funcionam para a tez seca. Você pode fazer isso detectando as substâncias recomendadas para o seu caso. Às peles secas, os dermatologistas indicam, geralmente, itens hidratantes, como o ácido hialurônico. “Umectantes e emolientes são bons ingredientes para peles secas”, falou a dermatologista Deanne Robinson ao portal Byrdie. “Os umectantes atraem água para a pele. Alguns dos mais comuns são glicerina, ácido hialurônico e ureia”, completou.

A especialista acrescentou que os emolientes são responsáveis por suavizar a área e selar a umidade, sendo dois deles o óleo mineral e a lanolina. “Use-os com cuidado se você também estiver propenso a espinhas”, alertou a médica.

A seguir, confira cinco ingredientes presentes na maquiagem que você deve evitar se tiver pele seca, segundo os dermatologistas:

1 – Álcool

De acordo com a dermatologista Rhonda Klein, o álcool pode aparecer nos produtos de formas diferentes, como “álcool SD, álcool desnaturado ou álcool isopropílico”, e o que há de comum em cada um deles é que todos ressecam a cútis.

“Muitas vezes, você o encontrará em uma etiqueta de maquiagem que também apresenta benefícios como secagem rápida ou acabamento fosco”, ensinou a especialista.

Vale incluir que o álcool é o estopim para problemas dermatológicos, como eczema, rosácea e psoríase. Shari Sperling, que também é dermatologista, concorda, descrevendo o ingrediente de “secante e irritante”.

2 – Fragrâncias

Sintéticas ou naturais, as fragrâncias estão quase sempre presentes em nossos produtos de beleza. O intuito é válido: torná-los cheirosos. Mas esses perfumes podem ser prejudiciais caso sua pele seja sensível ou seca — sim, eles são irritantes!

Os três dermatologistas entrevistados pela Byrdie sugerem evitar o uso de cosméticos que contam com fragrâncias em suas fórmulas, independentemente de qual for o tipo de pele. “As fragrâncias podem irritar a pele seca e estimular o eczema”, argumentou Rhonda Klein.

3 – Parabenos

Quando se fala em beleza limpa, logo descartamos o termo parabenos de nossa rotina de beleza. O problema é que, raramente, a palavra está bem clara nos rótulos.

Resumindo, os parabenos são conservantes e ingredientes sintéticos acrescentados em produtos para prolongar sua vida útil. Com isso, as chances são de entrarmos em contato com essas substâncias diariamente. Conforme expôs o dermatologista Adarsh ​​Vijay Mudgil, eles também são irritantes para a derme seca, simplesmente porque quem apresenta a tez seca é mais propenso a irritação e alergia.

4 – Ácido glicólico

Outro item que pessoas com pele seca devem manter distância, segundo o profissional, é o ácido glicólico, um esfoliante químico geralmente usado para reduzir e limpar cravos e poros entupidos. Apesar da recomendação geral de eliminarmos as células mortas regularmente, esse grupo de indivíduos não deve contar com o ácido glicólico em sua rotina de skincare.

5 – Ácido salicílico

O ácido salicílico é comumente encontrado em dermocosméticos comercializados para pessoas com pele oleosa e com tendência a acne. Entretanto, para os dermatologistas Adarsh ​​Vijay Mudgil e Deanne Robinson, esquivar-se de maquiagens com a presença desse ingrediente, caso sua tez seja seca, é uma excelente alternativa. O motivo? Ele pode levar a ainda mais secura. “O ácido salicílico pode secar e é frequentemente usado no combate a condições de pele oleosa, como acne”, esclareceu Deanne Robinson.

Por Rafaela Amaral, Claudia Meireles
Foto: Pexels
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br