5 Dicas para diminuir os gastos no cartão de crédito

5 Dicas para diminuir os gastos no cartão de crédito

1 mês atrás 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

Nos dias atuais se tem uma coisa que deveria ser considerada um sinônimo de uma faca de dois gumes são os cartões de crédito, com eles, a situação é sempre um extremo, por vez o tenham como um verdadeiro aliado que sempre ajuda, ou então é ele vai te gerar muita dor de cabeça e o seu nome sujo.

Um dos problemas mais enfrentados pela população brasileira são os gastos descontrolados com os cartões de crédito, desde os mais simples como gastar mais do que deveria até os gastar mais do que pode pagar, uma coisa é fato todos já passaram ou conhecem alguém que passou por algo deste gênero.

Mais recentemente, houve diversos relatos de pessoas desesperadas, pois aumentaram muito os gastos com os cartões, isso se dá, em parte por causa da situação geral que o país está passando, até mesmo pessoas que se perderam com a maior praticidade que as compras por aproximação ocasionam.

Se você se encontra nesta situação, tenho duas boas notícias para você, primeiro que essa situação tem sim saída, e você vai encontrar ainda neste artigo um passo a passo que vai te guiar para fora deste caminho, e a segunda ótima notícia, é que você já começou este processo e nem se quer percebeu.

Muitas pessoas vivem a vida inteira nesta situação, trabalhando para pagar as contas, a famosa corrida dos ratos, e a primeira coisa que deve ser feita para pôr um fim neste problema é ter noção de onde se encontra.

O começo passa sempre por este momento de desenvolvimento de consciência e procurar saídas para a situação.

Anote todas as suas despesas

Agora que sabe como sair deste jogo de cartas marcadas, a primeira coisa que deve ser feita é começar a investir em informação, mais precisamente educação financeira, e a primeira coisa que deve ser feita, e registrar de algum modo todos os seus gastos.

Pode ser uma planilha, um caderno antigo ou até mesmo o bloco de notas do celular, a única exigência é que esteja sempre ao seu alcance para que nunca esqueça de atualizá-lo e principalmente seja legível, para que no fim do mês você possa identificar todos os seus gastos, onde foram, sob quais circunstâncias para poder decidir se houve ou não gastos desnecessários.

Para te auxiliar neste processo de mudança por completa na gestão financeira é possível contar com o apoio de empresas como a Monway, que possuem o objetivo de deixar este processo de mudança de uma vida com pouca ou nenhuma gestão financeira para a de uma pessoa que compreende muito bem a importância e como aplicar a educação e conhecimento relacionados a finanças.

Planeje os seus gastos

Para determinar quais gastos são realmente necessários é preciso antes de mais nada conhecer muito bem o que você precisa gastar.

Coisas como: aluguel, água, energia, escola das crianças, alimentação, tudo isso deve ser colocado na ponta do lápis e registrado, não esqueça também de separar um pouco para lazer e diversão, afinal, ninguém é de ferro e deixar de fazer o que gosta com toda certeza vai gerar mais malefícios que benefícios.

A palavra correta é planejamento não privação, se você necessita por exemplo de um happy hour em que saia com os amigos para beber um pouco, assistir um jogo ou um passeio no shopping, não pense duas vezes, o faça, porém com a consciência sempre presente de que está lutando por um objetivo e pretende mudar de vida.

Utilize apenas um cartão

Possuir apenas um cartão de crédito é um dos mais importantes passos, principalmente pois é muito simples de ser implementado e com pouco esforço vai gerar grandes ganhos em sua jornada para abandonar os maus hábitos.

Uma pessoa que possui mais de um cartão de crédito tem maior facilidade em se perder nas finanças, principalmente se unir o limite dos dois cartões. Quem possui mais de um cartão quando o limite de um estoura, tende a ir para o outro com o objetivo de não parar de gastar.

Mude o limite de seus cartões

Um limite nunca deve corresponder a uma porcentagem muito alta de seu salário, por isso, se você pretende realmente assumir um novo estilo de vida e hábitos, se desfaça de seus cartões, permaneça com apenas um, e que de preferência tenha um limite inferior à metade de seu salário.

Negocie a anuidade

A maioria dos cartões de crédito carregam consigo taxas de anuidades que muitas vezes podem ser bem elevadas beirando preços abusivos.

A maioria dos usuários nem se preocupa com estas taxas, até que chegue o valor, que muitas vezes passam facilmente de R$ 500.

Tenha sempre em mente o valor da anuidade quando for pegar um cartão de crédito tenha em mente que a anuidade sempre chega, e tenha ele em seus gastos planejados.

Foto: Pixabay
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br