Vale a pena prestar concurso público?

Vale a pena prestar concurso público?

4 de setembro de 2014 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

Ótimos horários, cargo vitalício, salários superiores ao da iniciativa privada, aposentadoria garantida, milhares de vagas surgem todo ano nas mais diversas áreas, exigindo de escolaridade fundamental à superior.

Os benefícios da carreira pública são vários, mas antes de preencher a inscrição é preciso levar em conta além das vantagens de se tornar um servidor público e se perguntar se realmente vale a pena prestar um concurso público e se este é o seu objetivo.

Do ponto de vista de quem já chegou lá é raro encontrar itens para lista contras, enquanto o de prós, como já citados, se acumula. Mas inevitavelmente pontos negativos acabam aparecendo logo quando observamos o caminho que se percorre para conseguir uma vaga, o que não é nada fácil.

É importante pensar longe, ou seja, ninguém vai conseguir um cargo que paga R$ 7.000,00 se começar a estudar seis meses antes da prova. Geralmente é necessário estudar de um a três anos para conseguir passar em um concurso. São raros os concurseiros que passam logo na primeira prova de concurso que fazem. Entretanto, como todo conhecimento adquirido é acumulado, a cada concurso feito mais próximo estará da aprovação.

Algumas pessoas chegam a desistir, por ter que se esforçar demais e por que sem esforço é basicamente impossível ser aprovado. Mas a realidade é esta, realmente demora um tempo, por que afinal é necessário estudar muito. Além de matérias básicas, como português e matemática, caem também matérias específicas do cargo. Por exemplo: Em uma prova da Caixa Econômica será cobrado conhecimentos bancários. E não basta apenas saber a matéria, é necessário conseguir responder as questões durante o tempo de prova.

Por isso é importante considerar o tempo disponibilizado para se dedicar aos estudos. O fator mais importante é a dedicação. Duas horas por dia de dedicação ao estudo é o mínimo.

Portanto, quanto mais tempo disponível para estudar, mais rápido é para conseguir chegar lá. Algumas pessoas dedicam até 11 horas por dia para estudar, abrindo mão de finais de semana, esquecendo que têm vida social e se dedicando totalmente ao compromisso.

É importante não esquecer o investimento financeiro. Apostilas, cursos preparatórios e taxas de inscrição somam uma boa quantia. Mas é claro que, apesar de gastar muito dinheiro se preparando, ao conseguir chegar lá valerá a pena, pois é possível recuperar os investimentos nos primeiros salários do cargo. Entretanto, para bancar o estudo e outras necessidades da vida em sociedade, é necessário ter dinheiro.

Tem quem conte com os pais como patrocinadores nos investimentos, mas esta não é uma alternativa para todos e, mesmo para quem é, essa é uma pressão a mais. A outra opção é se bancar trabalhando, mas isso acaba diminuindo o tempo de estudo.

Ao final, ainda tem a questão do cargo escolhido para prestar o concurso. É necessário conhecer a área, ter experiência ou ao menos noção do que estará lidando para ter certeza de que é realmente aquilo que se deseja. Por isso, acaba não sendo o caminho mais fácil, mas é um bom investimento se acompanhado da dedicação necessária.

Nayara Borges – Site PaNoRaMa