Setembro começa com reajuste no preço do gás e anúncio de alta na energia elétrica em Goiás

Notícias Top Geral

O mês de setembro começou com reajustes nos preços do gás de cozinha e anúncio de alta na tarifa da energia elétrica, em Goiás. No caso do gás, o aumento ficou definido em 7% e vale a partir desta segunda-feira (1º). Já a energia elétrica pode ter reajuste de até 28,30% a partir do próximo dia 12.

Segundo a Companhia Energética de Goiás (Celg), a alta da tarifa de energia é necessária devido ao baixo índice de chuvas, que tem aumentado os custos das hidrelétricas e termoelétricas, ao pagamento de equipamentos e funcionários e para recuperar gastos e despesas pagas nos últimos 12 meses. O pedido de liberação para o reajuste foi feito à Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), mas, segundo a assessoria da Celg, o anúncio oficial sobre o valor do aumento só será divulgado no dia 12.

Comerciantes e consumidores do estado reclamam, pois o reajuste deixará o orçamento mais apertado, o que é um absurdo, já que muitos não sabem o motivo de um reajuste na energia sendo que o consumo é o mesmo. Outros alegam que o consumidor já paga muitas taxas e não recebem um serviço de qualidade.

Em relação ao gás de cozinha, o Sindicato das Empresas Revendedoras de Gás da Região Centro Oeste (Sinergás) informou que o reajuste já estava previsto. De acordo com o presidente da entidade, setembro é o mês do dissídio e todas as engarrafadoras têm que dar aumento para os funcionários. Além disso, tem aumento do diesel e do pneu. Também em novembro é feita a alta dos funcionários das revendas de gás.

Atualmente em Jataí, o consumidor paga em torno de R$ 50,00 pelo botijão e agora pagará mais 7% do valor devido ao reajuste.

Inf. G1 – Nayara Borges / Fotos: Vânia Santana – Site PaNoRaMa

One thought on “%1$s”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.