De Casa Nova Geral

Psicologia das cores: saiba como usá-las na sua casa

Casa e cor tem tudo a ver, não é mesmo? Mesmo as mais simples podem causar um efeito surpreendente no ambiente. As cores têm grande influência psicológica sobre nós e, por isso, é interessante conhecer um pouquinho sobre elas e saber utilizá-las de forma que elas nos tragam bem estar...

Casa e cor tem tudo a ver, não é mesmo? Mesmo as mais simples podem causar um efeito surpreendente no ambiente. As cores têm grande influência psicológica sobre nós e, por isso, é interessante conhecer um pouquinho sobre elas e saber utilizá-las de forma que elas nos tragam bem estar.

A Psicologia das Cores consiste em um estudo aprofundado sobre como o cérebro humano identifica as cores existentes e as transforma em sensações ou emoções. Cada cor gera uma sensação diferente nas pessoas e, portanto, se torna fundamental saber utilizá-las ao compor a decoração.

Para entender como funciona na prática, é importante conhecer o significado de cada cor.  Pensando nisso, aqui vão algumas sugestões de tonalidades para serem usadas em cada ambiente da casa.

O quarto de um casal pede um clima mais acolhedor e convidativo. As cores indicadas são derivadas do laranja, como o pêssego ou salmão, pois geram uma sensação de fraternidade e união. O laranja também é responsável por expandir o pensamento, aumentar a autoconfiança e incentivar que você se expresse com mais segurança.

Para começar a integrar a cor na casa, invista em detalhes. O quarto pode ganhar almofadas e quadros no tom, por exemplo.

Foto: Divulgação

Já para o quarto das crianças, o recomendado são tons de azul, pois estimulam o relaxamento e a reflexão e ajudam a amenizar as energias dos pequenos depois de um dia agitado. O azul é considerado uma cor terapêutica, que relaxa e acalma, além de  aliviar tensões e harmonizar as relações. No quarto dos adolescentes, os azuis também são bem vindos, pois ajudam a relaxar e a colocar as ideias no lugar. 

Sem medo de ousar, pinte paredes, invista em móveis como cabeceiras e cadeiras ou traga o tom para o quarto  nas cortinas.

Foto: Divulgação

Uma das áreas mais importantes da casa é a sala. Nesse espaço as visitas são acomodadas e os momentos de relaxamento acontecem. Por isso, é interessante investir no conforto. São recomendáveis as cores quentes, que  tendem a transmitir a sensação de energia, atividade e entusiasmo. O vermelho e o amarelo são ótimas opções para as áreas de convívio social.

Foto: Divulgação

Para a cozinha, o  indicado é apostar nas cores claras para as paredes. Por ser um espaço que necessita de luminosidade e higiene, o branco e os tons pastel se assentam melhor. Quem deseja quebrar a monotonia, pode inserir as cores através dos móveis e dos elementos decorativos.

Foto: Divulgação

Já no home office, os tons verdes são uma ótima escolha evocando o crescimento, natureza e expansão, ideais para favorecer a criatividade. O ambiente acaba transmitindo uma sensação de conforto e paz interior, extremamente necessários para um trabalho eficiente. 

Foto: Divulgação

Ambientes como o banheiro podem ser coloridos com tonalidades de branco e azul. Enquanto a primeira reflete a pureza e a limpeza, e também estimula o intelecto, a segunda cor é associada a tranquilidade e calma. Para relaxar durante o banho e colocar as ideias para funcionar, uma boa ideia é trabalhar com uma combinação das duas nuances.

Gostou das dicas? Claro que a escolha das cores não é unanimidade e sempre podemos deixar a casa com a nossa cara. Porém, é sempre bom saber como começar. E não se esqueça, o segredo é equilibrar as cores.

Larissa Pedriel
Foto capa: Pinterest
Jornalismo Portal Panorama