Agronegócio Top Destaque

Produtores rurais retiram máquinas da lavoura para arrumar estradas estaduais em Jataí

Foto: Reprodução
Caiado firmou termo de cooperação para melhoria das GOs mas não tomou providências até o momento

O Governador Ronaldo Caiado, no início de seu mandato, em janeiro deste ano, visitou Jataí, juntamente com o presidente da Agetop, Ênio Caiado, e outras autoridades.

Leia também: Governador Ronaldo Caiado faz balanço positivo de visita oficial à Jataí

Durante a visita, o mesmo firmou um termo de cooperação técnica entre o Governo Estadual, Ministério Público, prefeitos da Região Sudoeste, inclusive Vinícius Luz, sindicatos e cooperativas.

O termo visava viabilizar ação emergencial de reparo nas rodovias e estradas da região. O Governador ouviu depoimentos dos produtores, e até visitou uma estrada em péssimo estado, a GO 467, na região da Formiga.

Na ocasião, Caiado afirmou que, apesar das dificuldades financeiras do Estado, não mediria esforços para fazer os investimentos necessários.

Hoje, 4 meses após o termo de compromisso, providências não foram tomadas e os produtores estão tendo que tirar máquinas do campo para fazer o serviço do governo. Até porque, precisam escoar a sua produção.

Confira o depoimento de um produtor:

“Usar o nome do Estado de Goiás como orgulho nacional é o que o Governador mais faz, principalmente quando a bandeira são os produtores rurais. Mas só nas palavras.  Produtor precisa de incentivo e infraestrutura. O incentivo vem do Governo Federal e a infraestrutura, que deveria vir em grande parte do governo estadual fica a desejar.  Produtores estão sendo obrigado a empregar máquinas, combustível e pessoal para fazer o que o Governador deveria estar fazendo, construindo e reformando estradas.

Estradas como a GO-306,  que liga Serranópolis a Caçu, estão sendo reformadas pelos próprios produtores, pois se não fizerem isso não conseguem escoar a safra e fazer o bom nome do Estado para o Governador se autopromover.  Então, Senhor Governador, faça sua parte ajudando os produtores, pois assim o senhor estará ajudando o Estado de Goiás e vai poder fazer propaganda sem um discurso falso.”

Larissa Pedriel
Foto Capa: Reprodução
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br