Notícias Top Destaque

O novo normal: pandemia muda comportamentos até na hora de comemorar

Festa on-line e até carreatas são opções criativas para aproximar as pessoas no momento de afastamento social...

A pandemia causada pela Covid-19 e as medidas necessárias para reduzir a contaminação e o adoecimento mudou a vida das pessoas de várias formas ao redor do mundo. Não é mais possível realizar inúmeras atividades da forma como sempre foram feitas e soluções precisaram ser criadas e ações adaptadas. Isso não é diferente em relação às atividades de lazer e aos eventos comemorativos. 

Apesar das denúncias constantes da realização de  reuniões e festas em espaços privados, o que gera aglomeração de pessoas e amplia os riscos de contaminação por coronavírus, muitas pessoas desenvolveram soluções criativas para comemorar momentos especiais e se divertir sem ir contra as recomendações sanitárias vigentes. Várias pessoas tem utilizado o recurso das chamadas de vídeo para se conectar com familiares e amigos nas mais variadas comemorações: aniversários, chás de bebê, colações de grau, entre outros. 

No final do mês de abril a Universidade Federal de Jataí (UFJ) realizou sua primeira colação de grau online.  Quatro fisioterapeutas e vinte e seis médicos participaram na cerimônia virtual. O médico recém-formado, Wanderson Sant’ana, contou sobre a experiência: “Digo que somos movidos na vida pela busca de realizar nossos sonhos. E concluir o curso que sempre quis através da oportunidade dada de uma federal foi mais uma etapa ímpar de minha vida. Não esperava que seria agora, mas de maneira repentina, a colação de grau aconteceu. Ocorreu de maneira virtual e tive a emoção tão intensa quanto se estivesse lá ao lado de todos.  Foi indescritível!”. afirmou. 

Segundo o egresso da UFJ, estiveram presentes de forma remota a minha família, os amigos, professores e colaboradores da universidade. “A sensação é única. E, ficará gravada para sempre em minha memória, coração e nas redes…para sempre matar a saudade.”, afirmou o jovem médico. 

Também em Jataí, a jovem Cíntia Rodrigues, grávida de 30 semanas, recebeu uma grande surpresa diante da impossibilidade de realização de seu chá de bebê. As madrinhas de Guilherme, o bebê de Cíntia, organizaram uma carreata para presentear a família. “Devido a pandemia não pude realizar o chá de bebê, então as madrinhas do meu filho organizaram esse momento”, afirmou a gestante, emocionada. 

 

Por Estael Lima
Foto capa: Acervo pessoal
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

 

mm

Estael Lima

Estael Lima - Graduada e mestre em História, com ênfase em cultura e poder. Amante da comunicação e de todas as artes. Tem experiência em gestão de comunicação, relações públicas e mídias digitais. Redatora, aspirante a cronista. Como disse Simone de Beauvoir, “Não se pode escrever nada com indiferença”.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Precisa de ajuda?