Mãe de Tatylla Marçal fala sobre a prisão de Fabiano Falqueto

Notícias Polícia / Bombeiro
De acordo com Adenilda, a jovem reclamava dizendo estar sendo difícil terminar seu relacionamento com Fabiano.
De acordo com Adenilda, a jovem reclamava dizendo estar sendo difícil terminar seu relacionamento com Fabiano. – Foto: Alex Alves – Site PaNoRaMa

Quatro meses após a morte da jovem Tatylla Marçal, de 24 anos, no final da manhã desta quinta-feira (21), o empresário Fabiano Falqueto, suspeito de ser o mandante do assassinato da jovem, foi novamente preso.

NUMBERS-300x250

Segundo o delegado responsável pelo caso, André Fernandes, a conclusão de mais uma etapa da investigação do caso, acompanhada pela prisão preventiva de Fabiano, aconteceu após Diego (suspeito de ter assassinado a vítima), ter recobrado a consciência.

Diego havia sido baleado durante um confronto com a polícia em Chapadão do Céu, onde se encontrava após ter ficado durante dois meses, foragido.

O mesmo ficou em grave estado, lutando entre a vida e a morte. Após a sua recuperação, o suspeito fora interrogado e confessou com detalhes a execução do assassinato de Tatylla e ainda, o envolvimento direto de Fabiano Falqueto com mandante do crime.

Segundo Adenilda Marçal, mãe de Tatylla, após a morte da filha seu coração vive angustiado, triste e sua vida que fora destruída, não tem mais graça. A mãe informou que sempre sentiu que Fabiano tinha envolvimento com a morte da filha, embora não pudesse dizer nada sem provas concretas. A mesma ainda informou que após o desaparecimento da jovem, o suspeito não falava com ela direito e nem mesmo olhava nos olhos dela, daí então a desconfiança do envolvimento dele no crime.

De acordo com Adenilda, a jovem reclamava dizendo estar sendo difícil terminar seu relacionamento com Fabiano, que segundo a mãe da vítima, tinha uma grande poder manipulativo sobre a garota e os outros. A mesma destacou que não havia motivos para Fabiano querer a morte de Tatylla e que a filha era muito esperta, podendo ter visto ou sabido de ações que poderiam prejudicar o suspeito e talvez por isso ele tenha tido motivos para querer se livrar da jovem.

A mãe diz ter sido difícil segurar toda angústia sem poder dizer nada, afirmando que sempre esperou e espera, confiando em Deus e no delegado André Fernandes para realizar a justiça merecida contra Fabiano.

Nayara Borges / Fotos: Vânia Santana – Site PaNoRaMa

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.