Automóvel Top Destaque

Entrou um prego no pneu. E agora?

Essa situação está cada vez mais comum nas ruas jataienses

Você está dirigindo tranquilamente quando começa a escutar aquele ruído que aumenta a frequência conforme o carro ganha velocidade. A direção fica estranha, começa a puxar para um dos lados ou o volante trepida.

Esse é o diagnóstico comum de prego no pneu. E mais comum ainda nas ruas jataienses, só com a redatora que vos fala aconteceram duas vezes em menos de duas semanas.

É claro que estar de olho por onde anda e evitar situações de risco é essencial para reduzir os riscos dessas avarias. Mas uma vez que não foi possível evitar, o que devemos fazer?

Primeira coisa, em hipótese alguma, retire o prego ou o objeto cortante. Isso porque, ele pode servir de tampão temporário e evitar que um vazamento de ar rápido aconteça.

Também não cultive a falsa impressão de que o pneu vai conseguir rodar mais um pouco, talvez aguentar a próxima troca. Muitos motoristas, por falta de conhecimento, acabam não dando a atenção necessária e o problema pode ficar maior.

O furo no pneu, se não reparado com rapidez, pode causar esvaziamento e danos na estrutura. Além de graves acidentes, caso o mesmo chegue a estourar.

Por isso, o recomendável pelos fabricantes é dirigir em baixa velocidade até o centro automotivo ou oficina mais próxima para que sejam feitos os reparos necessários.

Na maioria das vezes, a substituição do pneu não é necessária, e o reparo, que pode ser feito através de diversas técnicas, custa em média 25 reais nas oficinas jataienses.

Larissa Pedriel
Foto Capa: Internet
panorama.not.br

Enquete:

Você sabe quem são os dez vereadores jataienses eleitos em 2016?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...