O deputado estadual Francisco Gedda (PTN) está internado na UTI do Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) após passar por uma cirurgia de emergência para retirada de um coágolo no cérebro na madrugada de ontem.

O deputado estadual Francisco Gedda (PTN) precisou passar por uma cirurgia de emergência na madrugada deste sábado (15) após sofrer um acidente e cair de uma escada em sua residência na noite de sexta-feira, 14. Com o impacto da pancada ele sofreu um traumatismo craniano e foi levado para o Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), onde precisou passar por um procedimento cirúrgico para retirar um coágulo na cabeça.

Segundo o filho do deputado, o médico Francisco Batista Gedda, o pai iria descer a escada do apartamento, bateu a cabeça no teto, se desequilibrou e caiu no chão, batendo mais uma vez a cabeça. Ainda conforme o filho deputado, Gedda teve um traumatismo leve, sem lesões no cérebro.

De acordo com a assessoria de imprensa do Hugo, o parlamentar está internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Seu estado de saúde é considerado grave e ele respira com o auxílio de aparelhos. Já o filho do deputado estadual, Francisco Batista, diz que o pai está estável e sedado em observação. A expectativa é que ele seja transferido da UTI para um quarto amanhã. Enquanto Gedda estiver no UTI irá permanecer no Hospital de Urgência de Goiânia. Somente após a alta da UTI é que os familiares irão providenciar a transferência para um hospital particular.

Ontem vários amigos estiveram no hospital para visitar o parlamentar, inclusive o ex-governador Alcides Rodrigues (PSB), que é médico e avaliou o caso do Gedda. Segundo o filho do deputado, o pai passou por baterias de exames e prognóstico é positivo. “Pedimos que todos façam orações e uma corrente positiva pela recuperação do meu pai”, sublinha Francisco Batista Gedda.

O deputado Francisco Gedda ocupou diversos cargos públicos antes de ser tornar deputado estadual, inclusive presidiu a Metrobus. Durante o governo de Alcides Rodrigues foi um dos seus principais aliados. Em 2010 foi eleito deputado estadual e uma das figuras de oposição ao governador Marconi Perillo (PSDB). Nas eleições de 2014 se candidatou, mas não foi reeleito.

Marcelo Tavares

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE