Conheça as atividades promovidas pelo Juizado de Violência Doméstica de Jataí

Política Top Destaque

O Juizado de Violência Doméstica de Jataí, em uma parceria realizada com o Ministério Público do Trabalho de Goiás e com o SENAC e o SENAI, lançará o projeto Mais um Sem Dor, o qual visa oferecer capacitação profissional e emprego para mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar, transexuais, pessoas em situação de vulnerabilidade e/ou que sofrem algum tipo de discriminação, a fim de auxiliá-las no mercado de trabalho.

A intenção é de dar uma independência financeira (à elas) porque a gente sabe que muitas mulheres ficam num relacionamento abusivo por serem dependentes financeiramente dos agressores. (RAMPAZZO, 2021)

Créditos: Tribunal de Justiça do Estado de Goiás / coordenadora do projeto Mais um Sem Dor, juíza Sabrina Rampazzo
TEste 2020 aac

A iniciativa do projeto veio por parte do procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho de Goiás, após se sentir comovido e interessado pela ação realizada por uma vítima de violência doméstica daqui de Jataí.

A vítima é uma designer de sobrancelhas que, após se envolver com o juizado, sentiu uma necessidade e vontade de fazer algo para ajudar outras mulheres, e decidiu no fim, promover um curso na sua área de trabalho para dez mulheres também vítimas de violência.

Devido à isso, o procurador-chefe de Goiânia decidiu concretizar esta ideia num projeto oficial em nossa cidade, sob a coordenação da juíza Rampazzo.

Com previsão para inauguração no dia 08/02, às 18h no SENAI, o projeto iniciará oferecendo um curso de corte e costura industrial de três meses a quinze mulheres vítimas de violência doméstica que já possuem processo com o juizado, no qual, elas receberão auxílio transporte, uma bolsa de R$ 500,00 e ao final do curso, uma certificação, e possivelmente, já sairão empregadas por empresas de Jataí.

Além do Mais um Sem Dor, o juizado possui também a ação Luz sobre Elas, criada originalmente pela Coordenadoria Estadual de Enfrentamento à Violência Doméstica de Goiás, o qual a juíza Rampazzo pediu uma solicitação para realizá-lo também em Jataí. Esta ação tem como propósito resgatar a autoestima de vítimas de violência doméstica.

O Luz sobre Elas foi feito com dez mulheres vítimas de violência doméstica ou familiar que já possuíam processo com o juizado, as quais precisavam aprender a olhar com mais amor e carinho para si após os traumas e sofrimentos psicológicos que sofreram nas mãos de seus abusadores.

Créditos: @asmegooficial / Luz sobre Elas.

Para a realização do Luz sobre Elas, fotógrafos de Goiânia vieram para Jataí colaborar com a atividade, além do apoio da polícia civil que garantiu segurança ao ar livre para estas mulheres vítimas de violência doméstica.

Alguns comerciantes locais também contribuíram para essa ação, como a Pãodelli, que forneceu lanche para estas mulheres e também, a Divas Esmalteria, que ofereceu espaço para que elas pudessem fazer seus cabelos e serem maquiadas lá.

Essas mulheres ganharam um álbum com as melhores fotografias selecionadas pelos fotógrafos e brindes que a ação adquiriu com algumas empresas daqui da cidade.

[…] nós fizemos uma solenidade, entregando o álbum de fotos, os brindes e aproveitando, fizemos também uma exposição de fotografias dessas mulheres no fórum na Semana da Justiça pela Paz em Casa, em que nós colocamos as fotos delas e uma frase, em que elas incentivavam outras mulheres a resgatar o amor próprio e a autoestima. (RAMPAZZO, 2021)

Por Redação Portal Panorama
Foto Capa / Fotos: ASMEGO
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

0 thoughts on “Conheça as atividades promovidas pelo Juizado de Violência Doméstica de Jataí

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.