Notícias Política

Aposentados desesperados: salários de dezembro e fevereiro ainda não foram pagos pelo Governo de Goiás

Foto: SINTEGO
Os aposentados e pensionistas seguem desesperados, com previsões instáveis sobre o recebimento dos salários de dezembro e fevereiro. A maioria usa o salário para comprar medicamentos e suprimentos básicos...

O Governo de Goiás pagou apenas parte do funcionalismo que está na ativa. Os aposentados e pensionistas seguem desesperados, com previsões instáveis sobre o recebimento dos salários de dezembro e fevereiro. A maioria usa o salário para comprar medicamentos e suprimentos básicos.

O salário de dezembro/18 dos servidores de Goiás deve começar a ser pago em 18 de março, segundo a Secretária da Economia, Cristiane Schimidt. O pagamento deve ser feito através de escalonamento, por faixa salarial e dividido em seis vezes.

Já em relação ao mês de fevereiro, o funcionalismo ativo começou a receber na última terça-feira (26), enquanto os aposentados só têm expectativa de receber depois do carnaval, entre os dias 7 e 8 de março.

Ainda nesse cenário caótico, outro problema surge. Os beneficiários que recebem complementação do salário mínimo, receberam menos do que o previsto em fevereiro. Em nota, a Superintendência Central de Administração do Pessoal da SEAD,  informou que um problema técnico com a folha de pagamento impossibilitou a inclusão do benefício que complementa o salário de ativos e inativos, e que os servidores receberão a diferença no mês de março, juntamente com o pagamento.

O Sindicato dos Trabalhadores em Educação de Goiás (SINTEGO) afirma que não abre mão da paridade entre os ativos e aposentados e continuará lutando para que os pagamentos sejam feitos simultaneamente, assim como o salário de dezembro. O sindicato segue cobrando para que todos os profissionais da Educação sejam pagos.

Após tentativa frustrada de audiência com a secretária da Economia, Cristiane Schmidt, o SINTEGO convocou novo ato pela cobrança do pagamento de dezembro/2018 nessa sexta-feira (1°), às 11h, na sede da Secretaria da Fazenda (Sefaz). O sindicato foi recebido pela secretária.

“Nós esperamos duas respostas da secretária: 1ª quando é que ela vai pagar os/as aposentados/as da Educação, 2ª por que ela não manda o projeto de lei do Fomento para a Assembleia? Ela já está com ele há 15 dias. Onde está o dinheiro? Sumiu? Nos dê uma resposta, Schmidt”, disse a presidente do SINTEGO, Bia de Lima, através das redes sociais do sindicato.

Schimidt confirmou que o pagamento do mês de fevereiro para os aposentados ficará para a próxima semana. Ela também declarou que não tem autonomia para fazer as alterações no erro da folha de pagamento. Sobre isso, o SINTEGO já recorreu a Secretaria de Administração.

O sindicato busca ainda audiência com o governador Ronaldo Caiado, para cobrar a paridade no pagamento dos ativos e aposentados, além da cobrança do pagamento do salário atrasado de dezembro. O SINTEGO ainda reforça que 44% dos trabalhadores da Educação já receberam o mês de dezembro, e eles estão tentando fazer com que todos os débitos salariais sejam quitados até a primeira quinzena de março.

A organização tem trabalhado incansavelmente para garantir os direitos dos profissionais da Educação em Goiás. “Eles têm direito ao salário e pagar em dia não é favor do governo, é obrigação”, ressalta a presidente.

Larissa Pedriel
Foto capa: SINTEGO
Jornalismo Portal Panorama

Enquete:

O Panorama quer saber a sua opinião: Educação sexual nas escolas de Jataí. Você é contra ou a favor?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...