VW do Brasil confirma que Amarok está envolvida em escândalo para burlar emissões

Automóvel

A Volkswagen do Brasil informou nesta quarta feira (21), que 17.057 unidades da picape Amarok vendidas no país, modelos 2011 e parcialmente 2012, fazem parte do grupo de veículos com software desenvolvido para burlar os resultados de emissões de poluentes.

CAT - Automóvel

Todas as unidades da Amarok envolvidas possuem motor 2.0 turbodiesel, que faz parte da família EA189, que é a linha responsável pelo escândalo da marca no mundo. Por conta disso, a VW afirmou que está “verificando por meio de investigações na Alemanha a influência desse software no atendimento dos limites de emissões”. Ressaltando ainda que o problema não afeta a segurança e funcionalidade do veículo. Além disso, a Volkswagen garante que está desenvolvendo uma atualização para tal software, que estará disponível a partir do primeiro trimestre de 2016.

Por fim, a VW assegura que parte das picapes Amarok 2012 e modelos a partir de 2013 não estão afetados pelo problema, assim como todos os demais produtos que são vendidos no mercado brasileiro pela marca.

Por isso, os proprietários de todos os veículos envolvidos no Brasil serão notificados a partir do início do próximo ano, e para esclarecimentos adicionais, a VW disponibiliza o telefone 0800 019 5775 ou pelo site da marca.

Abaixo estão listados os números dos chassis não-sequenciais dos veículos envolvidos:

Volkswagen Amarok:

2011: BA000257 até BA000338
2011: B8000200 até B8082605
2012 (parcialmente): CA001950 até CA026145

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.