Vizinho é preso suspeito de tentar estuprar menino de 8 anos, em Mineiros

Vizinho é preso suspeito de tentar estuprar menino de 8 anos, em Mineiros

4 meses atrás 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

Um jovem de aproximadamente 22 anos foi preso após ser apontado como suspeito de tentativa de estupro contra um menino de 8 anos, na cidade de Mineiros, a 426 km de Goiânia. De acordo com informações da Polícia Militar de Goiás (PMGO), o caso aconteceu na sexta-feira (14/1).

Um rapaz que reside na casa onde a tentativa de estupro aconteceu viu o momento em que o suspeito tentou abaixar as roupas do menino. A PMGO informou que foi acionada pela mãe da criança, mas que a responsável não estava no local no momento do crime.

Um dos moradores do imóvel informou que estava do lado de fora da casa quando escutou o menino relutando às tentativas do suspeito. Ao ouvir as súplicas da vítima, a testemunha teria entrado na sala e presenciado a cena em que suspeito tentava tirar as roupas do menino.

Mediante á situação, o suspeito foi expulso do local e a mãe da criança foi informada sobre a situação. Suspeito e vítima são vizinhos.

Além do jovem preso por tentar estuprar vizinho, outro foi preso suspeito de aliciar menores para sexo

Um executivo sócio de um grande grupo econômico do Estado de Goiás, que não teve a identidade revelada, foi preso no último dia 11 de janeiro suspeito de agenciar menores para sexo, em Goiânia. A prisão em flagrante foi feita pela Polícia Civil, por meio da equipe da Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC).

Durante a operação de combate a crimes contra a dignidade sexual de crianças e adolescentes, foram cumpridos mandados de busca e apreensão em uma casa em um condomínio fechado e na empresa com sede em um edifício comercial, onde trabalha o suspeito, de 37 anos.

As investigações apontam que o homem mantinha conversas via WhatsApp acerca do agenciamento de crianças e adolescentes para a prática de sexo, além de pagar pelo fornecimento de links com pacotes de fotos e vídeos de teor pornográfico infantil.

De acordo com a Polícia Civil, ainda foi constatado que o executivo instigava um segundo investigado a praticar atos sexuais com adolescentes e crianças, incluindo o irmão de 10 anos de idade, que foi estuprado.

O caso segue sendo investigado pela equipe da DERCC.

Por Gabriela Amaral
Foto: Internet
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br