UFG Regional Jataí divulga nota sobre início do segundo semestre

Notícias Top Geral

As atividades acadêmicas do segundo semestre de 2015 na UFG Regional Jataí estavam previstas para retornar nesta segunda feira (03/08). Entretanto, esta data foi adiada por tempo indeterminado por conta de diversos motivos, como por exemplo, greve deflagrada por um dos sindicatos dos docentes ainda no primeiro semestre, impossibilitando a conclusão de todas as matérias e respectivamente a inserção das notas no sistema, adiando a data para a realização das matrículas do segundo semestre.

Dessa forma, não é possível prever uma data para o retorno das atividades na Regional, que abriga 25 cursos de graduação, 5 de pós graduação e com um total de 3.400 alunos. Além disso, o sindicato que representa os docentes que não haviam declarado greve no primeiro semestre, em assembleia realizada no final de junho, deflagrou um indicativo de greve para 1º de agosto. Diante desses motivos, torna-se impossível iniciar as aulas neste momento.

Novas assembleias dos dois sindicatos serão realizadas em breve para discutir esta situação enfrentada pela UFG Regional Jataí.

Segue abaixo, os links com a Nota de Esclarecimento da Direção da Regional Jataí e o Comunicado de início do 2º semestre.

Nota de Esclarecimento da Direção da Regional Jataí

Comunicado de inicio do 2º semestre na Regional Jataí

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

2 thoughts on “UFG Regional Jataí divulga nota sobre início do segundo semestre

  1. “o sindicato que representa os docentes que não haviam declarado greve no primeiro semestre, em assembleia realizada no final de junho, deflagrou um indicativo de greve para 1º de agosto. Diante desses motivos, torna-se impossível iniciar as aulas neste momento.”
    Primeiramente, a ADUFG não é o sindicato que representa os docentes legalmente na UFG. Juridicamente falando, quem tem esse poder é o ANDES, o qual é representado na UFG de Jataí pela AdCAJ.
    Segundo, ainda que a assembleia tenha sido convocada por um dos sindicatos, a greve é deflagrada pela categoria, não por sindicato x ou y. O que se vê nessa matéria é a tentativa clara de deslegitimar a deliberação dos professores.

    1. A matéria foi baseada em fatos, fatos estes explícitos pelo próprio diretor da Regional Jataí. Em momento algum deslegitimou a deflagração dos professores, porque não é nosso intuito nem objetivo dar nossa opinião sobre nenhum assunto, apenas informar o leitor sobre o que acontece. Dessa forma, não há com o que temer, nossa equipe jornalística está sempre disposta a elaborar matérias concretas e não defende um ou outro ponto de vista.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.