UFG: pesquisadores desenvolvem método para filtrar água com borra de café

Sem categoria

Pesquisadores da Universidade Federal de Goiás (UFG) desenvolveram método para filtrar água com borra de café. A pesquisa teve início em 2009 por meio de uma parceria entre o governo do Timor Leste e o Ministério da Educação (MEC) do Brasil.

O processo, desenvolvido no Laboratório de Métodos de Extração e Separação (Lames), vinculado ao Instituto de Química, extrai da borra do café, que seria descartada, biocombustível, aroma para indústria alimentícia e fertilizantes. O resíduo restante dá origem ao filtro de água.

De acordo com o coordenador do Lames, professor Nelson Roberto Antoniosi Filho, a borra de café possui poder de purificação de água três vezes maior do que o carvão ativado comercial, que é o produto mais utilizado para purificação de água atualmente.

A pesquisa auxiliará a população do Timor Leste a obter água filtrada, uma vez que o país enfrenta vários problemas em relação ao acesso à água potável, por meio de um método barato e sustentável. Um dos facilitadores da implantação do método se dá pelo fato de que o país é grande um produtor e consumidor de café.

Fonte: Diário de Goiás

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.