Toyota faz recall de 94.992 unidades de Hilux, SW4 e RAV4 no Brasil

Automóvel

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

TEste 2020 aac

A Toyota anunciou nesta sexta-feira (11) o recall de 94.992 veículos no Brasil, por possível defeito no airbag, envolvendo Hilux, SW4 e RAV4. Desse modo, a empresa confirma a participação do Brasil no recall global de 6,39 milhões de veículos anunciado no início desta semana.

No país, os modelos Hilux e SW4 chamados foram produzidos entre junho de 2005 e janeiro de 2011, enquanto o RAV4 teve fabricação entre agosto de 2005 e março de 2010.

Do total, 67.498 unidades são da picape Hilux, 22.341 unidades do SW4 e 5.153 unidades do RAV4.

O funcionamento inadequado do sistema de airbag do lado do motorista pode fazer com que o sistema não acione, aumentando o risco de ferimentos graves em caso de acidente.

O recall mundial de 6,39 milhões de veículos daToyota ao redor do mundo é uma de suas maiores revisões da história.

Além do defeito do airbag que afetou o Brasil, no exterior os modelos apresentaram falhas na direção, banco do motorista e motor de arranque.

Veja os chassis envolvidos:

chassistoyota_1

Problema

De acordo com a fabricante, foi detectada uma falha no componente (conjunto do cabo espiral) de conexão entre o módulo de comando do sistema de airbag e o conjunto da bolsa do airbag do lado motorista.

Se tal falha ocorrer, o motorista poderá ficar sem este recurso suplementar de segurança, pois o seu airbag não será acionado. Nesta situação, a luz de advertência do airbag acenderá no painel do veículo, alertando o condutor sobre o não funcionamento do sistema do airbag.

A empresa diz que, se a luz de advertência do airbag no painel do veículo acender espontaneamente com o veículo em movimento ou permanecer acesa por mais de 6 segundos após a partida do motor, o consumidor deverá, imediatamente, submeter o seu veículo à inspeção de um concessionário autorizado Toyota para a execução do reparo.

Medidas corretivas

O recall dos veículos será feito em duas etapas, sendo que a primeira, de forma imediata, será a substituição do conjunto do cabo espiral do sistema do airbag dos veículos em que o cabo flexível se romper e a luz de advertência no painel permanecer acesa. A duração média do reparo é de 1 hora.

Na segunda etapa, a partir de 1º de julho de 2014, será feita a inspeção e, se necessário, substituição do conjunto em todos os veículos envolvidos na campanha. A empresa disponibiliza o telefone 0800 703 02 06 e o site www.toyota.com.br para mais informações.

Do Auto Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.