Pesquisa de preços dos pescados é realizada pelo procon em Jataí

Pesquisa de preços dos pescados é realizada pelo procon em Jataí

14 de abril de 2014 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

tabela

Clique na tabela acima e confira a pesquisa com seus resultados. Fonte: Procon – Jataí/GO

No período de 31/02 a 03/04, foram pesquisados pelos fiscais do Procon-Jataí o preço de 14 tipos de pescados em 05 estabelecimentos de Jataí, sendo 04 supermercados e 01 peixaria.

Segundo o resultado da pesquisa, houve um aumento médio de 5,80% em comparação à última pesquisa realizada e divulgada em março de 2013.

O Procon divulgou algumas dicas e recomendações em relação a compra de pescados, quanto a higiene, aparência, embalagem, armazenamento, temperaturas a ser conservados, textura, dentre outras que podem ajudar o consumidor na hora de comprar peixes. Confira:

Embalagem / Armazenamento:

A principal preocupação do consumidor deve ser em relação às condições de armazenamento e higiene do produto.

No supermercado ou peixaria, o pescado deve estar exposto em balcão frigorífico, e na feira, envolto em gelo picado, sempre protegido do sol e de insetos.

Peixe congelado e vendido em embalagens não pode estar em balcão superlotado, pois isso impede a circulação de ar refrigerado e compromete a qualidade.

É necessário verificar se o produto tem selos de inspeção, data de acondicionamento e prazo de validade.

Os produtos congelados devem ser conservados sempre a temperaturas inferiores a -18ºC e resfriados abaixo de 0ºC. O consumidor pode checar se há presença de água, pois isso indica que o balcão foi desligado ou teve a temperatura reduzida e isso pode prejudicar a qualidade do pescado.

Aparência:

A aparência do pescado também deve ser verificada. Pressione os dedos para constatar a firmeza da barriga do peixe e veja se os olhos estão brilhantes e salientes. Também é preciso checar se as guelras estão vermelhas e se as escamas estão presas ao corpo.

Bacalhau e outros peixes secos não devem apresentar manchas vermelhas ou pintas pretas no dorso nem umidade, o que pode indicar presença de bactérias.

Observe o sal grosso se desprendendo, significa que o bacalhau não está úmido, pois se estivesse a umidade “sugaria” o sal.

Se o consumidor optar pelos enlatados, deve recusar latas amassadas e estufadas.

Depois de descongelado, recomenda-se o preparo e consumo imediato do peixe.

Cuidados:

O feirante ou vendedor deve usar luvas e avental ao manusear o produto.

Fique atento ao uso de toldos vermelhos nas barraquinhas das feiras: eles podem “maquiar” a cor do peixe.

O consumidor deve estar atento, pois os comerciantes são obrigados a cumprir as ofertas apresentadas em anúncios ou folhetos publicitários. Na hora de registrar a compra, observe se o preço equivale à oferta divulgada e faça valer os seus direitos.

No caso do peixe fresco em pedaços (postas e filés), observar a textura, que deve ser firme, sem ressecamento ou descoloração. Tratando-se de pescado congelado, verifique a procedência e a data de validade.

Clique aqui para conferir a tabela da pesquisa com seus resultados. Fonte: Procon – Jataí/GO

Nayara Borges de L. T. Moraes – Site PaNoRaMa