Silomar Cabral, diretor do Sindicato Rural fala sobre palestras da 42ª EXPAJA em rádio local

Agronegócio

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

Segundo Silomar, o objetivo da feira este ano é aumentar a realização de negócios e o número de informações ao produtor rural da nossa região.
Segundo Silomar, o objetivo da feira este ano é aumentar a realização de negócios e o número de informações ao produtor rural da nossa região. (FOTO: Jornal das Sete)
TEste 2020 aac

Na próxima segunda-feira (16), começa a 42ª EXPAJA (Exposição Agropecuária de Jataí) e o Engenheiro Agrônomo e Diretor do Sindicato Rural, Silomar Cabral, comenta sobre a série de palestras programadas para o evento deste ano.

Segundo Silomar, o objetivo da feira este ano é aumentar a realização de negócios e o número de informações ao produtor rural da nossa região.

O ano passado as palestras foram um sucesso, a presença de produtores foi satisfatória e espera-se que este ano se tenha novamente o respaldo do produtor rural comparecendo nas palestras, diferentemente do que ocorria antigamente em que se pensava mais na festividade da exposição e atualmente, com as palestras que estão sendo oferecidas, busca-se fazer a realização de negócios e ganhos de conhecimento e assim espera-se que o produtor possa usufruir mais da exposição.

De acordo com Silomar, têm-se a pretensão de fazer em Jataí com a Expaja, o mesmo que acontece na TecnoShow em Rio Verde, para que o produtor rural esteja durante o dia trocando ideias e fazendo negócios diversos.

Em relação às programações das palestras, no dia 16, segunda-feira, às 13h acontecerá a primeira palestra com Dr. Leandro Severo, na qual ele falará sobre as Tendências de Mercado. Hoje para o produtor rural e principalmente o agricultor, uma das maiores dificuldades que ele tem é a de comercialização de grãos, por que nunca se sabe o que tem por vir em relação aos preços no mercado, dá-se aí a importância de presenciar a palestra do Dr. Leandro Severo, que é consultor de mercado, tem um conhecimento bastante amplo principalmente quanto ao mercado chinês, além de ser uma pessoa que tem uma forte ligação com a China que é um dos grandes consumidores dos nossos produtos e ele está sempre presente em toda mídia nacional, principalmente nos canais rurais.

Ainda na segunda-feira (16), logo em seguida, por volta das 16h, acontecerá outra palestra com o Dr. Marcelo Feitosa, falando de outro assunto bastante importante para o produtor aqui da região, pois abordará sobre o CAR (Cadastro Ambiental Rural), que é um assunto novo que está chegando para o produtor e que ainda gera muitas dúvidas e é de extrema necessidade estar buscando tais informações. Então é importante que na segunda-feira, todo proprietário rural esteja presente nas palestras para estar discutindo e trocando ideias sobre este cadastro.

Na manhã de terça-feira (17), às 8h, terá outra palestra voltada para o pecuarista, com um conhecido e renomado palestrante, gerente em tecnologia de bovino de corte, Dr. Pedro Veiga, que falará da intensificação da pecuária de corte como forma de garantia da rentabilidade. Por isso é importante à participação do pecuarista, tendo em vista que novas tecnologias surgem a cada dia, principalmente ligadas à recuperação de solos degradados.

Ainda na manhã do dia (17), às 10h, haverá outra palestra com a Dra. Roberta Carnevalli, Pesquisadora da Embrapa do Centro de Pesquisa Agropecuária do Mato Grosso, com o tema estabelecimento de um sistema integrado de produção.

Na quarta-feira (18), às 10h, haverá uma palestra voltada para a produção de leite, ainda com a Dra. Roberta Carnevalli, e o tema será Produção de Leite em Lotação Rotacionada, na manhã de quinta-feira (20), às 8h, o Dr. Sérgio Zaiden, professor titular da FESURV em Rio Verde, abordará o tema de boas práticas de manejo em psicultura, que também é uma novidade voltada para o produtor da região, abrangendo o assunto ao pequeno e médio produtor rural. Já em seguida, às 10h, o mesmo palestrante falará também sobre o tema investimentos financeiros e técnicos na piscicultura.

Em relação ao restante da festa, a expectativa é muito boa para este ano, e espera-se que o produtor aproveite, obtendo informações e trocando ideias. No ano passado houve intensa participação nas palestras, não só do produtor rural, mas de estudantes, técnicos, e espera-se que este ano seja melhor ainda.

Nayara Borges – Site PaNoRaMa / Foto Capa: Divulgação

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.