Segundo CNT, trecho da BR-158 entre Jataí e Piranhas é o 3º pior do país

Notícias Top Geral

De acordo com um levantamento da Confederação Nacional do Transporte (CNT), o trecho da rodovia federal BR-158, entre Jataí e Piranhas, é considerado o terceiro pior do país. Isso porque a BR não possui condições de pavimento, de sinalização e de geometria da rodovia.

Tal relatório foi divulgado na quarta feira (04) e diz respeito aos dados colhidos em maio. Segundo a CNT, mais de 3,7 mil quilômetros da malha rodoviária, entre federais e estaduais, de um total de 5,5 mil quilômetros do estado, apresentam algum tipo de problema, ou seja, 65% do total. Em relação à malha rodoviária em todo o país, 57,3% das principais rodovias também possuem alguma deficiência.

Em relação à BR-158, motoristas têm reclamado do excesso de buracos, tendo que trafegar muitas vezes pela contramão ou pelo acostamento, aumentando o risco de acidentes. A situação da rodovia é tão precária que em alguns trechos não existe mais asfalto, como o que ocorre perto de Caiapônia e dentro do povoado da Estância.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), quando o levantamento foi realizado, a empresa responsável pela recuperação da rodovia estava com o cronograma atrasado e praticamente não havia nenhum serviço sendo realizado. Por conta disso, nova licitação foi feita e outras duas empresas estão trabalhando para melhorar o tráfego da BR-158. Ainda segundo o Dnit, cerca de 85% dos buracos já foram tapados, o que difere da opinião de motoristas que trafegam pelo local, que afirmam que novas crateras já estão surgindo.

Rosana de Carvalho / Foto: Rc7 – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.