Polícia identifica mais seis vítimas de queimaduras após bronzeamento

Polícia identifica mais seis vítimas de queimaduras após bronzeamento

11 de março de 2014 1 Por Alex Alves

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e deve intimar, nesta terça-feira (11), a dona do salão. (A CASA FOI FECHADA PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA)

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e deve intimar, nesta terça-feira (11), a dona do salão. (A CASA FOI FECHADA PELA VIGILÂNCIA SANITÁRIA)

Ao menos seis mulheres procuraram a Polícia Civil de Jataí, no sudoeste de Goiás, na segunda-feira (10), relatando que também foram vítimas de queimaduras após uma sessão de bronzeamento em um salão da cidade. O número total de mulheres que sofreram lesões após o tratamento estético chega a dez.

Elas [as novas vítimas] buscaram a delegacia após a divulgação de que quatro mulheres tinham sido hospitalizadas com as queimaduras. Essas novas vítimas tiveram ferimentos mais localizados nas costas e nas pernas”, afirma o delegado regional André Fernandes de Almeida.

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso e deve intimar, nesta terça-feira (11), a dona do salão. “Hoje vamos atrás da Vigilância Sanitária, conversar com os médicos e a equipe de enfermagem que atenderam as vítimas. Estamos focados neste caso”, afirma André Almeida.

Das mulheres queimadas durante o bronzeamento, quatro foram hospitalizadas e duas tiveram alta no domingo (9). Outras duas vítimas continuam internadas em Goiânia.

Uma delas é a estudante de biologia Monalisa Lombardi, de 19 anos. Ela teve 73% do corpo queimado com lesões de 2º grau. A jovem permanece internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Pronto Socorro para Queimaduras. Segundo o hospital, ela tem estado grave, porém estável, e deve passar por cirurgia nesta manhã.

A mãe contou que Monalisa Lombardi já tinha o costume de fazer as sessões e há dois anos frequentava o salão. Depois de passar pelo bronzeamento, no domingo (2), ela já começou a sentir os sintomas.

No domingo mesmo, começou a sentir, mas semelhante ao que já sentia outras vezes. Na segunda-feira foi piorando e ela ligou para a mulher [dona do salão], que indicou um creme pra ela passar. Na terça-feira ela já nem conseguia se mexer mais, as bolhas foram vindo à tona”, relata a cobradora Mônica Lombardi.

Outra vítima que teve lesões graves é uma dona de casa de 33 anos. Ela está internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Residencial Itaipu, onde aguarda vaga no hospital especializado em queimaduras. Segundo a equipe médica da UPA, a paciente está consciente e tem estado regular.

 

ACOMPANHE OUTRAS NOTÍCIAS PUBLICADAS EM NOSSO SITE:

Mãe de queimada em bronzeamento lamenta: ‘Só salvaram rosto e mãos’

JATAÍ: Têm alta 2 mulheres que se queimaram após bronzeamento

Mulheres sofrem queimaduras após sessão de bronzeamento em Jataí

 

Do G1 Goiás