Automóvel Top Geral

Os 10 carros que menos desvalorizaram em 2020

Separamos os modelos - com valor até R$ 100 mil - que menos depreciaram nos últimos doze meses...

A desvalorização do veículo é quase tão importante para o consumidor brasileiro quanto o valor final do carro. Perder pouco dinheiro na hora de repassar o seminovo é um fator de compra importante para muita gente. A KBB Brasil, empresa especializada em preços de automóveis novos e usados, fez um levantamento com os carros que menos desvalorizaram em 2020.

A lista, porém, reúne veículos mais “pé no chão”. Estabelecemos um limite de preço e só trouxemos nesse ranking os carros até R$ 100 mil que menos perderam valor ao longo dos últimos 12 meses. O estudo da KBB levou em consideração o chamado Preço de Revendedor, que se refere ao preço que os lojistas praticam ao revender o veículo no mercado.

1. Chevrolet Onix

Ser o carro mais vendido do país traz vantagens, como a boa revenda. Além de ser fácil de passar pra frente, o hatch compacto da General Motors foi o carro que menos desvalorizou. Aliás, nem desvalorizou: ele valorizou. Em média, um Onix 0 km comprado no ano passado pôde ser negociado com preço 1,84% maior em 2020, segundo o levantamento da KBB Brasil.

O modelo é comercializado atualmente em sete versões de acabamento, com motor 1.0 aspirado ou turbo. Os preços ficam entre R$ 58.590 e R$ 82.090.

2. Volkswagen Fox

O veterano compacto é um projeto já com quase duas décadas, mas em termos de desvalorização é um dos destaques – e um dos muitos Volkswagen que você verá nesta lista. Sempre apontado como carro com chances de sair de linha, o hatch altinho perdeu só 0,54% do valor este ano na comparação com 2019.

 

Bom ressaltar que o Fox só é vendido em duas opções no mercado brasileiro atualmente. Os preços ficam em R$ 54.890 e R$ 60.490, sempre com o velho motor EA 111 1.6 de 104/101 cv e câmbio manual de cinco marchas.

3. Volkswagen T-Cross é o terceiros dos carros que menos desvalorizaram

O modelo se destacou como o SUV compacto com a menor desvalorização do mercado e o terceiro veículo entre todos os carros até R$ 100 mil que menos depreciaram no ano que passou. Com vendas em alta em 2020 – é o utilitário mais vendido da categoria e chegou a ser o carro mais emplacado do país em um mês -, se vale da reputação da marca alemã para manter a baixa perda, com índice negativo de apenas 0,66%.

O T-Cross é vendido em três configurações de acabamento. Parte de R$ 95.550 na 200 TSI com motor 1.0 turbo de 128/116 cv e chega a R$ 125.690 na Highline 250 TSI com o 1.4 turbinado de até 150 cv.

4. JAC T50

Quem disse que carro chinês desvaloriza demais? Pelo menos o T50 está aí para provar o contrário. O utilitário esportivo compacto da JAC Motors foi um dos carros que menos desvalorizou em 2020. Perdeu apenas 1,08% em 12 meses.

Tudo bem que o modelo teve apenas 90 unidades emplacadas no Brasil entre janeiro e novembro, mas quem comprou pode ter certeza de que não vai perder muito dinheiro – pelo menos na hora de repassar o SUV.

E olha que o carro nem é, assim, tão barato. O T50 é vendido em versão única por R$ 99.990, com motor 1.6 e câmbio automático do tipo CVT (continuamente variável).

5. Volkswagen Polo: o quinto dos carros que menos desvalorizaram em 2020

Mais um Volks na lista dos carros que menos desvalorizaram em 2020, e que mostra que volume de vendas também não é garantia de baixa depreciação. O hatch, que figura ali entre os chamados compactos premium, teve perda de 1,63% no último ano – bem melhor até mesmo que o Gol, seu companheiro de concessionária, que vende duas vezes mais e é mais barato.

O Polo é ofertado pela marca alemã em seis versões com preços a partir de R$ 60.090. Há opções com motores 1.0 e 1.6 aspirados, e 1.0 e 1.4 turbos, com caixas manuais ou automáticas de seis velocidades.

6 – Volkswagen Virtus

O três-volumes da Volkswagen é o primeiro desta lista de carros que menos desvalorizaram em 2020 a ultrapassar a barreira dos 2% de perda. De um ano para o outro, o Virtus, em média, apresentou depreciação de 2,54%. Terceiro sedã mais vendido do país, o modelo se vale de bom espaço, seguro com valor controlado e do fato de as versões automáticas respondem por quase 90% das vendas – equipamento que hoje faz muita diferença no mercado de seminovos.

A única opção manual é justamente a mais barata, a 1.6 MSI de R$ 76.050 – a versão Sense, mais em conta e automática, é exclusiva para PcD. Nas outras quatro variantes é equipado com câmbio automático de seis marchas e motor 1.6 aspirado, ou 1.0 e 1.4 turbos.

7. Fiat Argo

O exemplar da marca italiana que menos deprecia no mercado é o sétimo colocado neste ranking. Mas isso não desmerece o Argo, que desvalorizou, em média, 2,85% de 2019 para 2020.

Oitavo carro mais vendido do país, pesa a favor do hatch o fato de a Fiat fazer promoções agressivas para o modelo na rede, onde é fácil encontrá-lo por preços abaixo dos R$ 50 mil.

Na tabela oficial, o Argo é vendido por R$ 54.290 na versão de entrada 1.0. Ao todo, são sete opções de acabamento, com motores 1.0 e 1.3 da família Firefly, ou 1.8 da veterana linha E.torQ.

8. Fiat Cronos

Outro modelo que também se beneficia das ofertas da marca italiana e está entre os carros que menos desvalorizaram em 2020 é o Fiat Cronos.

É fácil encontrar o sedã mais barato (1.3) por cerca de R$ 58 mill, enquanto o preço oficial sugerido pela fábrica é R$ 63.090. Isso contribui para que o Cronos tenha uma desvalorização bastante moderada de 3,40%, de acordo com o levantamento da KBB Brasil

A linha do Cronos reúne cinco versões. Além do motor 1.3 de até 109 cv, há opções com o 1.8 E.torQ de 139/135 cv, estas sempre com o câmbio automático de seis marchas e com preço de R$ 84.190 para a topo de linha HGT.

9. Volkswagen Up!

Estava com saudade de um Volkswagen nessa lista, né, meu filho? Pois a marca alemã volta ao ranking dos carros que menos desvalorizaram em 2020 com o subcompacto que, segundo fontes, está pela hora da morte. Bem, se o up! sobreviveu ao ano que passou foi pela boa aceitação do carro entre os seminovos, onde costuma ter ótima liquidez, o que se refletiu em uma depreciação de 3,41%, bem próxima à do Cronos.

O modelo foi ofertado em 2020 em três versões, tudo linha 2019/20 devido à nova Resolução do Contran que obriga, desde janeiro, a todos os carros terem encostos de cabeça e cintos de três pontos para todos os ocupantes. Mas agora, só tem uma versão.

Em dezembro, a Volks lançou a linha 2021 do Up! Apenas na opção Xtreme, por R$ 60.090 e configurado para quatro passageiros.

10. Volkswagen Saveiro é o último dos 10 carros que menos desvalorizaram

Quem mudou de geração foi a líder Fiat Strada, mas a picape compacta que menos perde valor no mercado é a Saveiro. Em 12 meses, foram 3,83% de desvalorização, o que faz a Volks fechar esse Top 10 com mais um carro. Contribui para a perda moderada a fama de robusta e de custo baixo de manutenção do modelo.

A Saveiro é vendida em quatro versões de acabamento, com cabine simples ou dupla e preços a partir de R$ 59.990. O motor é sempre o 1.6 16V MSI de até 120 cv de potência.

Fonte: Auto Papo
Fotos: Divulgação
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

mm

Alex Alves

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as principais notícias do dia

TEste 2020 aac
Topy
Abrir conversa
Precisa de ajuda?