Multa por ultrapassagem irregular será cinco vezes mais cara

Notícias Top Geral

De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, ultrapassagens em locais de faixas contínuas ou pelos acostamentos geram uma multa de R$ 191,00. Entretanto, mudanças na legislação com o intuito de se aumentar o rigor na fiscalização e na penalização alterou este valor para R$ 957,70, a partir do dia 1º de novembro. E este valor fica ainda mais caro, caso o condutor seja reincidente no período de 12 meses, passando a dobrar, indo para R$ 1.915,00.

A intenção dessa mudança na legislação é alertar ainda mais o condutor sobre os perigos deste tipo de ultrapassagem indevida e deixá-lo mais receoso, devido ao aumento no valor da multa. Busca ainda reduzir o número de mortes no trânsito que tem como uma das principais causas a ultrapassagem em local proibido.

Ressalta-se que após estas alterações, as infrações referentes a ultrapassagens indevidas realizadas pela contramão e pelo acostamento serão consideradas gravíssimas, visto que até o momento apenas a ultrapassagem em faixa contínua é considerada gravíssima, sendo a outra considerada grave. Assim, a partir do próximo mês as duas também terão multa equivalente a R$ 957,70.

Já o condutor que forçar a passagem entre veículos, mesmo em locais que a ultrapassagem é permitida, atualmente paga multa no valor de R$ 191,54 e é uma infração gravíssima. A partir da mudança no Código, a multa será de R$ 1.915,40 e, em caso de reincidência no período de 12 meses, a multa cobrada será de R$ 3.830,80. Além disso, o condutor terá sua CNH suspensa por um ano.

Rosana de Carvalho / Foto: Arquivo Site PaNoRaMa – Site PaNoRaM

One thought on “%1$s”

  1. Então tá.Me diz alguém que foi multado por forçar a ultrapassagem…Essa lei tinha que valer nas cidades também,porque tá demais.A gente obedece a velocidade permitida,e o cara tá em cima,forçando a barra,e ainda tira sarro da gente.Os carros e motos tão fazendo cada coisa do arco da velha.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.