Conheça mais sobre as vantagens da criação de búfalos

Agronegócio

É uma atividade que está presente no Brasil há pouco mais de cinquenta anos e possui cerca de três milhões de cabeças. O manejo de búfalos é semelhante ao de gado e oferece boas vantagens.

NUMBERS-300x250

São criadas no país quatro raças apenas: Jafarabadi, Mediterrâneo, Carabao e Murrah, sendo que esta última é a que tem o maior potencial leiteiro. Nas propriedades em que se produzem leite, os maiores benefícios são que os animais quase não dão gastos com remédios contra parasitas, praticamente não há problemas com cascos, tetas e com a perda de bezerros. Por isso, o custo de produção torna-se mais barato.

As fêmeas também vivem por mais tempo e podem produzir até 25 crias ao longo da vida reprodutiva e o primeiro parto ocorre aos três anos de idade. O período de gestação dura 310 dias, com 12 meses de intervalo entre os partos. Podem ser feitas tanto a inseminação artificial convencional quanto a inseminação em tempo fixo (IATF) e na monta natural, um macho consegue cobrir até 30 matrizes. A alimentação é a pasto e suplementada com silagem de milho na seca. Além disso, outro ponto interessante é que a estrutura para criar os animais pode ser bastante simples, com cerca feita de arame liso, curral coberto e piso cimentado.

Os produtores ressaltam que, apesar das pessoas em geral pensarem em búfalos como animais bravos e de difícil lida, na verdade, quando são bem manejados, o seu temperamento é extremamente dócil. O manejo sanitário é simples, bastando que os animais sejam imunizados apenas contra brucelose e febre aftosa. Entretanto, apesar de serem resistentes ao carrapato, o produtor deve ficar atento quanto a questão de piolhos.

Em relação à produção de leite, cada búfala produz em média por dia, sete ou oito litros e em regiões em que já há uma produção mais consolidada, como no Triângulo Mineiro, o preço do leite varia de R$ 1,30 a R$ 1,50, já a muçarela de búfala é vendida de R$ 18,00 a R$ 30,00 o quilo para o consumidor.

Para quem focar a criação de búfalos com o intuito de produzir carne, é possível ter animais pesando 450 quilos com idade entre 20 e 24 meses, sendo que, em bom regime de pasto, podem ganhar até 1 kg por dia. A idade ideal para abate dos búfalos é de 18 a 30 meses, com um rendimento de carcaça por volta dos 52%. A raça Mediterrâneo tem aptidão tanto para leite quanto para carne. A produção é voltada quase que exclusivamente para exportação já que no Brasil ainda não há um mercado consolidado para este tipo de produto, apesar de ser uma carne de excelente qualidade, inclusive com teor de colesterol mais baixo do que a de frango.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.