Infecções urinárias são algo recorrente na vida de muitas pessoas, principalmente das mulheres. Somando à anatomia do corpo feminino, no qual a vulva é próxima do ânus, o que faz as bactérias fecais se deslocarem para o sistema urinário, está a correria do dia a dia que nos impede de ir ao banheiro nos horários corretos, a falta de água no organismo, já que muitas pessoas deixam de se hidratar corretamente, sedentarismo, alimentação inadequada, além de outros inúmeros fatores.

Os rins são órgãos extremamente importantes pois são eles que filtram as toxinas e dejetos resultantes do metabolismo corporal e os eliminam através da urina. Por isso é tão importante se cuidar desde cedo, inclusive na infância, principalmente aquelas pessoas com uma genética propensa a desenvolver infecções, cistites, e as temidas insuficiência renal, pedra nos rins e incontinência.

Confira algumas dicas de como evitar ou tratar infecções urinárias e manter os rins sempre saudáveis:

  • Beba muita água. Isso é obvio. Os rins precisam de água para funcionar e para aquelas pessoas propensas a desenvolver as doenças renais, é necessário tomar cerca de 3 litros de água por dia. Sim, esqueça os 2 litros famosos. Você precisará se acostumar a tomar mais do que isso se quiser evitar problemas futuros ou se estiver com uma crise infecciosa;
  • Se alimente saudavelmente. Evite excesso de sal, gordura, pimentas, condimentos, açúcar refinado, cafeína, refrigerantes, bebidas alcoólicas, chocolate, alimentos industrializados, entre outros, pois são venenos para os rins. Se estiver com uma crise, abuse de frutas como Cramberry (pode tomar o suco ou as cápsulas. Essa frutinha é um santo remédio contra infecção urinária), melancia, melão, alho, aipo, berinjela, etc;
  • Faça exercícios físicos e mantenha-se com o peso saudável. Nem que seja uma caminhadinha de 15 minutos, vá e faça, pelo bem dos seus rins. Os benefícios dos exercícios vão mais além de regular o peso corporal. Através deste, o organismo ativa o metabolismo e facilita a eliminação de substâncias tóxicas presentes na corrente sanguínea. Sendo assim, apoia-se a redução da pressão arterial e diminui de forma significativa o risco de desenvolver uma doença renal crônica;
  • Não fume. Nem preciso dizer o que essa droga causa no corpo, não é mesmo? Já sabemos que os pulmões são extremamente afetados pelos cigarros, mas você sabia que o sistema renal também? Os efeitos deste hábito afetam os vasos sanguíneos do rim e levam a desenvolver outros fatores de risco como a hipertensão arterial ou a diabete.
    Os fumantes têm até duas vezes mais risco de sofrer insuficiência renal, incluindo os fumantes passivos;
  • Não segure urina. Se der vontade de ir ao banheiro, vá. Não passe mais de duas horas sem fazer xixi. Segurar urina vai matar os seus rins pouco a pouco;
  • Abuse de chás. Plantas como amora, salsinha, dente-de-leão, abacateiro, cavalinha, quebra-pedra, são milagrosas quando o assunto é infecção urinária. Se estiver com uma crise, pode tomar pelo menos 3 vezes ao dia;
  • Evite remédios em excesso principalmente anti-inflamatórios. Cuidado com os remédios. Os anti-inflamatórios a longo prazo, causam insuficiência renal. O principal efeito desse tipo de droga, é a redução da filtração renal, ou seja, da capacidade dos rins em filtrar o sangue;
  • Faça uso do Kefir. Kefir é um santo remédio para todo nosso organismo. Ele previne uma centena de doenças, já que elimina as bactérias ruins. Para as mulheres, é ainda melhor, já que as bactérias E.Coli, presentes do intestino e que são as principais causadores das infecções e cistites, são mandadas embora pelo Kefir. Sendo assim, ao ir ao banheiro defecar, elas não estarão presentes para invadirem seu sistema urinário;
  • Mulheres, usem calcinha de algodão ou não usem. Calcinha de malha fica úmida fácil e isso facilita a proliferação de bactérias. Na hora de dormir, prefira vestir apenas o seu pijama, e durante o dia, use as calcinhas de algodão.

Tente seguir essas dicas e leve uma vida mais saudável, para você e para seus rins.

Flávia Menezes
Jornalismo Portal Panorama

42Shares

Deixe uma resposta

Por favor, digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui