Saúde e Bem Estar

Cientistas relacionam obesidade e ansiedade e encontram forma de aliviá-la

Há algum tempo os cientistas vêm relacionando a obesidade com o surgimento da ansiedade. No entanto, de acordo com estudos já feitos, uma vez que o comportamento ansioso induzido pela obesidade começa, apenas a perda de peso não o reverte...

Há algum tempo os cientistas vêm relacionando a obesidade com o surgimento da ansiedade. No entanto, de acordo com estudos já feitos, uma vez que o comportamento ansioso induzido pela obesidade começa, apenas a perda de peso não o reverte.

No entanto, em um estudo publicado na revista científica Cell Metabolism, perceberam que o segredo para desvendar esse mistério pode estar nas células cerebrais dessas pessoas.

Os cientistas induziram a obesidade em ratos usando uma dieta rica em gorduras. Esse tipo de alimentação leva às células de diversos órgãos a entrar em senescência, um dos últimos estágios de envelhecimento.

No caso do estudo, eles focaram nas células senescentes localizadas no cérebro dos animais: quando elas foram removidas com técnicas farmogenéticas, o comportamento ansioso dos ratinhos diminuiu, mesmo sem mudanças em seu peso.

Ainda não se sabe ao certo como a ligação entre o acúmulo de gordura e o surgimento de mais células senescentes ocorre, mais estudos precisam ser feitos, até para entender como isso pode ser aplicados em humanos.

Fonte: UOL
Foto Capa: Internet
Jornalismo Portal Panorama