Cervejaria holandesa recebe convite para se instalar em Goiás

Sem categoria

O governador Marconi Perillo levou à direção da cervejaria Heineken, em Amsterdam, na Holanda, argumentos e informações com o intuito de convencê-la a escolher Goiás para investimentos que pretende fazer no Brasil. “Goiás é o ponto mais estratégico para distribuição, a região mais beneficiada quanto à tributação e com um ambiente econômico mais preparado para a produção”, disse o governador. Ele fez o convite oficial à Heineken, acompanhado de um compromisso de apoio institucional ao projeto de expansão da marca no Brasil.

Com o governador estava o presidente da Federação das Indústrias de Goiás, Pedro Alves, que descreveu a estrutura de capacitação e treinamento do sistema Fieg, como preparador dos trabalhadores (e suas famílias) para uma integração total entre a produção industrial e o ambiente de mão de obra local.

A Heineken vem analisando, há um ano e meio, as condições reunidas por alguns municípios goianos, especialmente do Sul/Sudoeste, onde há abundância de água, a forte presença do sistema Sesi/Senai e a infraestrutura de transportes mais viável para atrair o investimento, disse o vice presidente da Heineken para o Brasil, Erwin Rosens.

O presidente mundial do grupo executivo da Heineken, Jean-François van Boxmeer, afirmou ao governador que as análises da empresa ainda não estão concluídas, mas a decisão será anunciada em breve. Ele contou a história de como a empresa se constituiu e se consolidou. Disse que o fundador da marca, Gerard Heineken, ao comprar uma cervejaria pequena e mal sucedida no mercado, buscou com a mãe os recursos necessários e ouviu dela a orientação de que só entrasse em um negócio se fosse com toda força. “E foi o que se deu com a Heineken desde seu nascimento”, contou o CEO da empresa.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.