Notícias Top Destaque

Autoridades jataienses visitam assentamento Rio Paraíso um dia após grave incêndio atingir a região

Foto: Vânia Santana / CMJ
Não há ainda uma estimativa exata do prejuízo dos produtores da região, mas vários deles perderam suas casas, seu maquinário, insumos agrícolas e animais

Ontem (19) foi um dia trágico na história jataiense. Isso porque, um incêndio de grandes proporções atingiu a região do assentamento Rio Paraíso.

Não há ainda uma estimativa exata do prejuízo dos produtores da região, mas vários deles perderam suas casas, seu maquinário, insumos agrícolas e animais.

Não houveram vítimas fatais, porém, casos de intoxicação por conta da fumaça estão sendo averiguados. No momento em que o incêndio começou, os moradores começaram a evacuar o assentamento, deixando tudo para trás.

“Foi terrível, tivemos que abandonar tudo”, conta o agricultor Edson.

Vilma Cabral, presidente da cooperativa COPARPA, afirmou: “É um desespero, nós nunca vimos isso na vida. Infelizmente, foi uma tristeza muito grande e continua sendo. Muitas pessoas aqui já tinham adubado suas terras”.

O prefeito Vinícius Luz se pronunciou sobre a grave situação. “Realmente é um prejuízo muito grande. Nunca passamos por uma situação dessas aqui em nossa cidade. O que nós pudemos fazer ontem de pronto foi acionar o Governo do Estado, pedimos reforços para o Corpo de Bombeiros, os veículos da prefeitura foram disponibilizados e caminhões pipa, evacuamos a escola…O que a gente pôde fazer naquele momento de desespero foi isso. […] Realmente um cenário desesperador, apavorante. E a gente veio se solidarizar com a comunidade, e colocar a força de trabalho da Prefeitura a disposição para tentar minimizar os danos que as famílias tiveram.”

OLegislativo Municipal marcou presença através da presidente da Câmara, Kátia Carvalho e do vereador  Carvalhinho (SD).

Carvalhinho reforçou a necessidade de medidas urgentes para reparar os danos dos moradores do assentamento.

Ele comentou que haverá a avaliação da possibilidade de emissão de um decreto de calamidade pública financeira, para que os produtores consigam reparcelar suas dívidas e recomeçar.

Também destacou que nos próximos dias será realizado o levantamento dos prejuízos decorrentes do incêndio e, com o apoio da Secretaria Municipal de Saúde, profissionais da saúde auxiliarão aqueles que foram intoxicados pela fumaça.

Ainda hoje, por volta das 7h da manhã, uma aeronave do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás sobrevoou o local para estimar as áreas que foram ou não atingidas pelo incêndio, e verificar estratégias de monitoramento e combate.

Leia também: Goiás em chamas: Seis cidades, incluindo Jataí, e uma usina foram atingidas nas últimas 24 horas

Larissa Pedriel
Foto Capa: Vânia Santana/ CMJ
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Enquete:

Você se lembra em qual candidato(a) votou para vereador(a) em 2016?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...