Saúde e Bem Estar

Alerta da OMS: Bebês com menos de 12 meses não devem ser expostos a dispositivos eletrônicos

A organização também alertou que crianças de até cinco anos não devem passar mais de uma hora diária em atividades passivas diante de uma tela de smartphone, computador ou TV

A recomendação divulgada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na última quarta-feira (24) faz parte da campanha de conscientização da ONU sobre sedentarismo e obesidade. Segundo a instituição, cerca de 6% da população mundial de crianças estão acima do peso recomendado.

As novas diretrizes da OMS dizem respeito às atividades passivas com dispositivos eletrônicos, como assistir desenhos animados, jogar no celular entre outros. O objetivo do organismo das Nações Unidas é que crianças de até cinco anos troquem as telas eletrônicas pelas atividades físicas e outras interações no mundo real, como a leitura.

Fiona Bull, gerente de programa do Departamento de Prevenção de Doenças Não Transmissíveis da OMS, relembrou o quanto a imagem que se tem sobre as crianças é diferente da realidade, que é preocupante: “Crianças com menos de cinco que parecem estar correndo e ocupadas o dia inteiro, certamente cansando seus pais, podem não ser tão ativas quanto pensamos”.

A especialista também lembrou que ainda não há consenso sobre o impacto desses dispositivos na saúde e citou o crescimento dos aplicativos que rastreiam a quantidade de tempo usado em cada atividade digital: “Este é um fato recente e acho que é um sinal de que a indústria digital também está preocupada com a natureza viciante do tempo que está sendo usado nesses aparelhos de diferentes maneiras”, afirmou.

“É claro, todos nós usamos para trabalho, usamos em escolas para aprendizagem, estamos usando em casa para educação. Trata-se de gerenciar o uso dessas ferramentas valiosas e dar atenção aos benefícios e aos riscos”, disse Fiona sobre o uso saudável da tecnologia.

As orientações da OMS determinam que crianças de um a quatro anos de idade devem estar ativas por pelo menos 180 minutos ao longo do dia. Para bebês que ainda não andam, a recomendação é passar pelo menos 30 minutos diários com a barriga para baixo. A OMS divulgou, ainda, orientações sobre o sono das crianças.

Confira as recomendações da OMS na íntegra:

Bebês (menos de um ano):

Devem estar fisicamente ativos várias vezes ao dia de várias maneiras, particularmente por meio de brincadeiras interativas no chão. Quanto mais, melhor. Para os que ainda não sabem andar, essas atividades físicas devem incluir pelo menos 30 minutos em posição de bruços, repartidos ao longo do dia, nos momentos em que os bebês estiverem acordados;

Não devem permanecer sob formas de contenção e restrição do movimento por mais de uma hora seguida — por exemplo, em carrinhos de bebê, cadeiras altas ou nas costas de um cuidador. Não se recomenda que passem tempo diante de telas de dispositivos eletrônicos. Em momentos de inatividade, recomenda-se que um cuidador leia ou conte histórias;

Devem ter de 14 a 17 horas (no período do nascimento aos três meses de idade) ou de 12 a 16 horas (no período de quatro a 11 meses de idade) de sono de boa qualidade, incluindo cochilos.

Crianças de um a dois anos de idade:

Devem passar ao menos 180 minutos em uma variedade de atividades físicas em qualquer intensidade, incluindo atividades físicas de intensidade moderada a elevada, distribuídas ao longo do dia. Quanto mais, melhor;

Não devem ficar restritas por mais de uma hora seguida — por exemplo, em carrinhos de bebê, cadeiras altas ou nas costas de um cuidador — nem permanecer sentadas durante longos períodos de tempo. Para crianças de um ano de idade, não se recomenda nenhum período de tempo em atividades sedentárias em frente a uma tela (assistindo à TV ou vídeos ou em jogos de computador).

Para aquelas com dois anos de idade, o tempo sedentário em frente às telas não deve ser superior a uma hora. Quanto menos, melhor. Em momentos de inatividade, recomenda-se que um cuidador leia ou conte histórias. Devem ter de 11 a 14 horas de sono de boa qualidade, incluindo cochilos, com horários regulares para dormir e acordar.

Crianças de três a quatro anos de idade:

Devem gastar ao menos 180 minutos em vários tipos de atividades físicas em qualquer intensidade. Pelo menos 60 minutos devem envolver atividades de intensidade moderada a elevada, repartidas ao longo do dia. Quanto mais, melhor;

Não devem ficar contidas por mais de uma hora seguida — por exemplo, em carrinhos de bebê — ou ficar sentadas por longos períodos. O tempo dedicado a atividades sedentárias em frente às telas não deve exceder uma hora. Quanto menos, melhor. Em momentos de inatividade, recomenda-se que um cuidador leia ou conte histórias;

Devem ter de 10 a 13 horas de sono de boa qualidade, que podem incluir cochilos, com horários regulares para dormir e acordar.

Thaysa Alves
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Enquete:

O Panorama quer saber a sua opinião: Educação sexual nas escolas de Jataí. Você é contra ou a favor?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...