Notícias Top Geral

Você sabe qual a diferença entre produtos light e diet?

Muitas pessoas tem a tendência de confundir os rótulos de alimentos diet e light, ou ficam numa dúvida cruel na hora de comprar...

Muitas pessoas tem a tendência de confundir os rótulos de alimentos diet e light, ou ficam numa dúvida cruel na hora de comprar. Algumas delas acham que os dois tipos de produtos são iguais, outras, não entendem exatamente o que cada um deles tem de benefícios e malefícios para o organismo. Algumas inclusive acham que ambos podem ajudar quem quer perder peso, ou quem sofre de diabetes ou outras doenças que exigem uma dieta restritiva. Mas, a coisa é um pouco mais complicada que isso.

Entenda a diferença entre ambos os produtos:

Produtos diet: para ser bem específico, os produtos diet são destinados a pessoas com alguma necessidade alimentar. Para que um alimento seja considerado diet, algum nutriente é retirado dele ou reduzido a 5%. Mas essa redução não é apenas ou necessariamente de açúcar. Produtos que contêm muito sal ou muita gordura, podem sofrer o processo, e para isso mesmo servem para as pessoas que não podem consumir esses componentes em excesso. Agora, para aqueles que tentam emagrecer, os produtos diet não são a melhor saída. Isso porque não são as calorias deles que são reduzidas. Um chocolate diet, por exemplo, acaba por ter a mesma quantidade de calorias do chocolate normal. A diferença de um para o outro, é que o diet acaba por ter uma substituição de açúcar por adoçante. Por isso o chocolate diet é restringido para quem tem diabetes, mas acaba sendo consumido por quem quer perder peso e/ou emagrecer. O que a pessoa não sabe é que está trocando seis por meia dúzia e pagando caro em um produto igual ao extremamente calórico e isso porque ao retirar muito açúcar do chocolate normal para trocar pelo adoçante, o alimento perde a textura, e devido a isso os fabricantes colocam mais gordura.

Produtos light: esse tipo de alimento é indicado mais para quem busca uma alimentação mais saudável, mas diferentemente dos diet, não são recomendados para uma dieta específica, principalmente por quem tem diabetes. Por exemplo, existem alguns adoçantes diets, que se não conter informações corretas no rótulo, podem colocar em risco a saúde dos portadores da doença, pois contem açúcar na composição.
Para um alimento ser considerado light, é preciso uma redução de 25% de alguns nutrientes. Ele não é isento como o diet. Essas reduções vão desde açucares, sódio, até gorduras e colesterol.

Na dúvida de qual comprar, o melhor é ficar sempre atento aos rótulos ou procurar um profissional, um nutricionista ou endocrinologista para tirar todas as dúvidas a respeito dos componentes do produto. Mas fique atento: um produto ser light ou diet não é ser sinônimo de saúde. Opte sempre por alimentos naturais, como frutas e verduras para ter uma saúde de ferro.

Flávia Menezes
Jornalismo Portal Panorama

Enquete:

O Panorama quer saber a sua opinião: Educação sexual nas escolas de Jataí. Você é contra ou a favor?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...