Saúde e Bem Estar Top Geral

Você está consumindo a chia da maneira correta?

Foto: Internet
A versão hidratada é a melhor. Veja como preparar...

Esta sementinha pode até ser pequena, mas é ótima para o organismo. A chia contém ácidos graxos (77% dela é composta das famosas “gorduras boas”), muitas fibras, algumas proteínas, aminoácidos e outros nutrientes. E juntos, ajudam a regular a função intestinal, a taxa de glicose no sangue e o colesterol ruim. Além de promover saciedade.

Sem contar suas funções antioxidantes, que vão desde desintoxicar o fígado, prevenir o envelhecimento precoce e deixar os cabelos e a pele mais bonitos (por conta das vitaminas A e B12 presentes nela). Quem diria que este alimento minúsculo faria tudo isso, não é mesmo? É por isso que ela não é considerada calórica. “Levamos todos os seus benefícios em conta para concluir que a chia não tem calorias vazias como o refrigerante. É a mesma coisa com o abacate: muita gente diz que ele é gorduroso calórico. Mas, hoje, estudos já provaram que ele é um dos alimentos mais nutritivos, muito saudável e bem melhor do que os industrializados e processados”.

Não é à toa, então, que muita gente tem incluído a semente no cardápio. Mas você sabia que, dependendo de como você a consome, o corpo pode absorver mais ou menos seus nutrientes?

Isso mesmo. “A melhor forma de consumo é a chia hidratada. Isso porque, assim como os grãos, as sementes secas possuem substâncias antinutricionais que, a longo prazo, podem ser ruins para o corpo. Deixá-la de molho (na água) despreza essas substâncias”.

Além disso, quando em contato com líquidos, a chia pode expandir e formar uma espécie de gel em volta da casca. Isso faz com que o organismo possa absorver melhor todas as suas propriedades. Além de aumentar de volume dentro do estômago e brecar a fome. A nutricionista recomenda não misturá-la no leite de caixinha, para que ela não perca tantas vitaminas. “Uma opção é tomar de manhã uma colher de sopa de chia com água e limão. Isso ajuda a evitar a constipação.”

Mas quanto consumir?

O indicado são 25 gramas por dia – mais do que isso pode gerar um efeito laxante (ou então prender ainda mais o intestino se você não ingerir a quantidade de água recomendada). A farinha dela também pode ser uma opção. O Instagram já está lotado de receitas de chia pudding e overnight oat que são ótimas escolhas para o café da manhã.

Veja algumas delas:

Pudim de chia com morangos silvestres

Ingredientes

  • 1 col. (sopa) de chia
  • 3/4 de xíc. (chá) de leite de coco ou aveia
  • 1 col. (chá) de mel

Modo de fazer

  • Um dia antes (ou até dois), junte todos os ingredientes em um potinho e deixe na geladeira. Pela manhã, é só acrescentar frutas a gosto.

*Dica: Faça o pudding num vidro com tampa se a ideia for levar para o trabalho como opção de lanche on the go.

Overnight oat de pasta de amendoim com banana

Você precisará de um pote limpo, de vidro e com tampa.

Ingredientes:

  • 120 ml de bebida vegetal (pode ser leite de soja, de amêndoas, arroz…);
  • 3 colheres de sopa de aveia;
  • 1 colher de sopa de sementes de chia;
  • 2 colheres de sopa de pasta de amendoim;
  • 1 banana;
  • Chips de coco a gosto.

Modo de preparo:

  • No fundo do pote de vidro, misture a bebida vegetal, a aveia, a pasta de amendoim e a chia. Deixe na geladeira durante a noite toda. No dia seguinte adicione a banana picada e finalize com os chips de coco.

Fonte: BoaForma
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Redação Portal PaNoRaMa

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Precisa de ajuda?
Powered by