Cidades Polícia / Bombeiro Top Geral

Soldado da PM é preso após balear atendente de motel em Goiânia

Soldado da PM é preso após xingar e balear atendente de motel (Foto: reprodução)
Militar estava com duas pessoas e não quis pagar acréscimo de R$ 30 na conta, pois tinha ficado por pouco tempo. Audiência de custódia determinou que PM fique preso preventivamente...

Um soldado da Polícia Militar, de 31 anos, foi preso em flagrante na madrugada da última segunda-feira (18) na saída de um motel no Setor São Francisco, em Goiânia. Ele, cujo nome será preservado, teria baleado uma atendente do estabelecimento após discutir com o dono por acréscimos na conta. A funcionária só teve uma lesão leve e está em casa se recuperando. Em audiência de custódia na manhã desta terça (19), o PM teve prisão temporária convertida em preventiva, modalidade que não tem tempo para expirar.

De acordo com a delegada Caroline Paim, responsável pela investigação, o policial iniciou a discussão por causa de um acréscimo de R$30 na conta. Ele ainda alegou ter ficado por pouco tempo no motel, o que não justificaria, segundo ele, o pagamento total. O dono do estabelecimento foi chamado pela funcionária e acabou dando um tiro no chão como advertência. O militar então revidou com um tiro no braço da trabalhadora.

De acordo com uma funcionária do estabelecimento que não quis se identificar, o policial estava muito alterado e nervoso. Ela afirma que o dono ainda tentou abaixar o preço do acréscimo, que é cobrado quando três pessoas usam o mesmo quarto. No entanto, o suspeito se recusou a pagar mesmo assim.

Ele então atirou na atendente e fugiu do local, mas acabou sendo preso. As câmeras de segurança mostram toda a ação. No vídeo, aparecem as atendentes abrindo a cancela e se escondendo. Logo depois, chega o dono do estabelecimento, momento que antecede o tiro que atinge a funcionária.

O dono do motel também foi detido em flagrante por disparo de arma de fogo.

Em nota, a PM informa que abriu procedimento para apurar o caso. A nota diz que a instituição “não compactua com qualquer desvio de conduta de seus integrantes”.

Leia a nota abaixo:

A Assessoria de Comunicação Social da Polícia Militar do Estado de Goiás informa que [nome do policial] foi conduzido por policiais militares a Central Geral de Flagrantes, momento em que foi autuado em flagrante delito, por ter praticado, em tese, o crime de tentativa de homicídio na manhã de hoje (18/11). Ao tomar conhecimento do fato, a Corregedoria da Polícia Militar instaurou procedimento para apurar os fatos. A Instituição reitera seu compromisso com a verdade dos fatos e não compactua com qualquer desvio de conduta de seus integrantes.

Fonte: Mais Goiás
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

Enquete:

Você sabe quem são os dez vereadores jataienses eleitos em 2016?

Ver resultados

Carregando ... Carregando ...