Seu guarda-roupa é bagunçado? Veja algumas dicas para organizá-lo e se livrar de peças inúteis

Moda e Beleza

Praticamente todo mundo guarda certa baguncinha dentro do guarda-roupa e a faxina é vista como algo estressante e que nunca se sabe com o que ficar ou o que passar para frente. É uma situação propícia àquelas dúvidas do tipo “não vou abrir mão porque vai ter uma oportunidade de usar” ou “vou ficar com esta peça porque, apesar dela não me servir mais, eu a adoro” além de outras expressões diversas e cujo significado é bastante pessoal e peculiar.

CAT - Moda e Beleza

Mas confira agora alguns passos que você pode seguir para tentar se livrar do todo aquele acúmulo.

Passo 1: elimine aquelas peças que você não tem vontade usar porque comprou por impulso ou que ganhou e não gosta. É fato que todo mundo um dia ou já comprou ou vai comprar uma roupa por impulso, seja lá por causa de promoção, cor da moda ou a última sensação do verão, mas que acaba se tornando uma grande decepção toda vez que você abre seu guarda-roupa. A regra é simples: se não gosta, não deixe no armário. Doe para alguém que precise, para uma amiga, faça o que quiser, só não transforme o momento de escolher um look em algo tediante por causa da ideia mascarada de não ter nada para vestir.

Passo 2: livre-se de peças que, apesar de você gostar, estão manchadas e são irreparáveis. Antes de tomar a decisão, verifique se é uma mancha discreta ou se é totalmente visível, se são manchas temporárias, como aquelas causadas por desodorante ou se são permanentes. O certo é, se não tem conserto, adeus, pois se você consegue vê-la, os outros provavelmente também.

Passo 3: algumas roupas são quase amuletos, a pessoa usa até desbotar ou rasgar. Apesar de alguns itens no guarda-roupa terem uma duração quase eterna, alguns, como camisetas e moletons provavelmente vão se desgastar e ficarem feios com o uso. Ou seja, desapegue.

Passo 4: roupas rasgadas, descosturadas ou esgarçadas e que não tenham conserto não devem ocupar espaço desnecessário no seu guarda-roupa. Mas veja outro fato, não adianta nada a peça ter conserto viável se você nunca levar para arrumar, por isso sem essa de não ter tempo. Se não consertar, dá no mesmo.

Passo 5: sempre há peças que não te servem mais. Seja porque a peça é pequena e você não perdeu aqueles quilinhos que pretendia ou ao contrário, a peça fica gigante em você depois que emagreceu. Passe para frente, caso não dê para ajustá-la, não se importe se é aquela peça da última estação ou aquela roupa cara.

Passo 6: vasculhe seu guarda-roupa porque sempre haverá alguma peça estilo surpresa que você não usa a muito tempo e que nem se lembrava mais. Daí você pode fazer o seguinte: se estiver conservada e bonita pode até pensar em ficar com ela ou então se mesmo depois de achar esses “tesouros” você continua sem usar, é sinal de que não vale mais a pena estarem no seu guarda- roupa.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.