A tendência é que o verão termine em março com altas temperaturas, umidade e calor, bem como chuvas em grande parte das regiões do Brasil.

Com o início de março, os brasileiros ficam cada vez mais próximos de se despedir do verão, que no hemisfério Sul chega ao fim no dia 20. A previsão do clima para o mês é de onda de calor, com índices de umidade elevada e chuva abaixo da média em grande parte do país.

Tradicionalmente a estação das altas temperaturas, da umidade, e chuvas, o verão deve terminar em março com caraterísticas similares aos meses anteriores, de janeiro e fevereiro, que apresentaram elevado índice de volume de preciptações.

Março de chuvas e de tempo abafado

Segundo dados divulgados pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) na segunda-feira (26/2), março indica tendência de chuva abaixo da média em grande parte das Regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sul.

Enquanto isso, a previsão do clima do Inmet indica pancadas mais pontuais no Sudeste. Áreas dos estados do Amazonas, Acre, Pará, Amapá, Bahia, Goiás, Minas Gerais, São Paulo, Paraná e Santa Catarina terão chuvas dentro ou “ligeiramente” acima da média.

Veja os mapas com as anômalias climáticas (diferença entre a previsão e a climatologia, série de dados de referência do tempo), para os últimos dias do verão 2023/2024:

A anômalia de chuvas (a esquerda) e a de temperaturas (a direita) para março de 2024

Legenda (mapa da esquerda):

  • Azul: acima da média de chuva esperada
  • Amarelo: abaixo da média de chuva esperada
  • Laranja: muito abaixo da média de chuva esperada
  • Cinza: na média de chuva esperada

Legenda (mapa da direita):

  • Azul: abaixo da média da temperatura esperada
  • Amarelo: acima da média da temperatura esperada
  • Laranja: muito acima da média da temperatura esperada
  • Cinza: na média da temperatura esperada

Temperatura no verão e efeitos do El Niño

As temperaturas devem ficar acima da média em praticamente todo o país, com os termômetros marcando valores acima de 25 °C. Em partes de Roraima, Pernambuco, Bahia, Mato Grosso do Sul e São Paulo, a temperatura média pode chegar a 29 °C.

Segundo Andrea Ramos, meteorologista do Inmet, espera-se que o fenômeno do El Niño ainda persista em março, contudo, com uma intensidade “bem mais fraca” do que as dos meses anteriores. Ou seja, o El Niño não terá grande influência no clima neste mês.

Ela afirma que, assim como janeiro e fevereiro, março seguirá com temperaturas altas. A meteorologista destaca a situação de Roraima, isso porque o estado lida desde o início do ano com a incidência de queimadas, conforme monitoramento do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

Ramos informa que durante a transição das estações do ano — do verão para o outono, que começa em 21 de março —, ainda terá uma “tendência de caractéristicas do verão”, mas isso só deve ocorrer nas primeiras semanas e dependerá das condições do tempo.

Confira o calendário das quatro estações do ano:

  • Verão (atual): de 22 dezembro 2023 até 20 março 2024
  • Outono: de 20 março 2024 até 20 junho 2024
  • Inverno: de 20 junho 2024 até 22 setembro 2024
  • Primavera: de 22 setembro 2024 até 21 dezembro 2024

O clima nas cinco Regiões do Brasil

— Norte

  • Temperatura: tempo abafado em toda a região, com temperaturas acima da média, principalmente no Amazonas, oeste do Pará e Roraima.
  • Chuva: aumento das precipitações na região, com volumes de chuva ainda abaixo da média para o mês. No norte de Roraima, do Pará e do Amapá, e no sudoeste do Amazonas vai ocorrer pancadas fortes.

— Nordeste

  • Temperatura: termômetros acima da média em toda a área, bem como a presença de tempo abafado devido à umidade. O interior da Bahia, Pernambuco e Piauí registraram as maiores temperaturas nesse período.
  • Chuva: crescimento de chuvas em áreas do litoral de Alagoas e do Rio Grande do Norte. Enquanto partes da Bahia terão temporais. Também deve chover no interior de alguns estados.

— Centro-Oeste

  • Temperatura: com possibilidade de ondas de calor ao decorrer de março, as temperaturas ficaram acima da média em todos os estados, principalmente no norte do Mato Grosso e boa parte do Mato Grosso do Sul.
  • Chuva: espera-se que o índice supere a média em quase todo o centro-leste de Goiás e no Distrito Federal. Enquanto os registros no oeste de Goiás, norte do MT e MS ficam abaixo do normal.

— Sudeste

  • Temperatura: termômetros seguem registrando altas temperaturas acima da média, com destaque para o interior de São Paulo e do Triângulo Mineiro. Segundo as previsões, três ou quatro frentes frias vão passar pela região.
  • Chuva: a tendência é que as chuvas se concentrem no leste da região, ou seja, próximo ao litoral. Pancadas mais fortes devem ocorrer em SP, no Triângulo Mineiro e no sul do Rio de Janeiro nos primeiros quinze dias do mês.

— Sul

  • Temperatura: com tempo muito abafado em toda a região, o calor será mais intenso no Rio Grande do Sul e no oeste do Paraná. Uma onda de calor deve manter o clima quente no Sul na primeira quinzena do mês, enquanto as frentes frias chegam nos últimos 15 dias de março.
  • Chuva: a expectativa é de chuvas irregulares no Sul, espera-se a presença de temporais no RS, interior de Santa Catarina e sul do PR.

Por Mariana Andrade
Foto: Fabio Teixeira/Anadolu Agency via Getty Images
Jornalismo Portal Panorama

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE