Riscos da substituição de refeições por “shakes” que prometem emagrecimento

Saúde e Bem Estar

[vc_row][vc_column width=”1/1″][vc_facebook type=”standard”][/vc_column][/vc_row]

TEste 2020 aac

Misturas consumidas e conhecidas por prometer emagrecimento rápido, como “shakes” e chás diuréticos, compostas por fibras e que tem como função substituir refeições, oferecem riscos à saúde pelo fato de reduzir o nível de vitaminas e minerais do corpo.

Além da perca de peso, pode ocorrer também à redução do nível de vitaminas do organismo que precisam ser repostas com a ajuda de suplementos. Quando as vitaminas não são repostas e a pessoa não mantem uma dieta equilibrada, há um grande risco de hipovitaminose (doença causada pela falta ou deficiência de vitaminas no organismo).

Podem ocorrer casos como a perca de movimentos dos membros, o que causado pela falta de Vitamina B1, responsável pelo bom funcionamento do sistema nervoso, músculos e coração.

Os produtos denominados “shakes” possuem um valor energético em cerca de 200 calorias, adicionados ao leite, ricos em carboidratos e proteínas, mas isentos em gorduras. O valor energético dos produtos é muito baixo para uma refeição. Os mesmos têm uma quantidade insuficiente de nutrientes e não fornecem toda energia que o organismo necessita para se manter equilibrado.

Devido a tais fatores é bastante perigoso substituir as refeições principais por esses produtos, pois além do risco de insuficiência de Vitaminas B1, podem ocorrer hipovitaminoses das Vitaminas A, B12, C, D e de minerais como o Ferro e o Zinco. A ausência de tais elementos causa a falta de concentração, problemas de visão, anemia e raquitismo.

Nayara Borges de L. T. Moraes – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.