Automóvel

Qual é a velocidade máxima que o seu pneu suporta?

Foto: Internet
Escolher um pneu exige que o motorista entenda os códigos que estão gravados no componente para não colocar em risco a sua própria segurança...

O pneu é um dos itens do carro que sempre precisa estar em boas condições para ser usado. Isso porque ele está interligado a frenagem e estabilidade e influencia diretamente na segurança do motorista e passageiros.

Topy

Por isso, além das medidas, é importante observar outros fatores ao comprar um pneu novo – elas devem ser os mesmos (ou superiores) aos do pneu que equipava originalmente o seu carro.

  • Velocidade máxima suportada
  • Peso
  • Atrito com o asfalto
  • Consumo

Você sabe como analisar estes indicadores nos pneus do seu carro? Na banda lateral há uma sequência alfanumérica. Cada letra, por exemplo, corresponde a uma velocidade em km/h, sendo ‘A’ uma velocidade mais baixa e ‘Z’, mais alta.

Já os números são um código a carga máxima que cada pneu pode levar. Importante destacar que o número não representa o peso em quilos.

Exemplo: 94Y indica que é possível levar uma carga de 670 kg a, no máximo, 300 km/h.

Veja as tabelas completas abaixo.

Velocidade máxima que o pneu suporta

Na banda lateral é possível localizar várias informações úteis além do diâmetro, altura e largura do pneu. Entre elas é a velocidade máxima suportada por ele, que é indicada por letras como A, H, T, W, X, Y e Z que acompanham números.

*Vamos considerar a partir da letra J, índice para 100 km/h

Índice de velocidade do pneu

Índice de carga máxima suportada pelo pneu do carro

Código numérico associado à carga máxima que um pneu pode carregar em condições de serviço especificadas por seu fabricante. Exemplo: 94 indica que a carga máxima suportada pelo pneu do carro é de 670 kg.

Quantas libras devem ser colocadas no pneu do carro?

A calibragem deve ser feita com os pneus frios. Ou seja: a distância do posto deve ser, no máximo, 2km distante de onde você estiver. O estepe também deve ser conferido, e caso precise, calibrado. Neste caso, é recomendado colocar uma pressão de até 5 psi acima dos demais.

Na verdade, a pressão ideal que os pneus do carro devem ter varia de acordo com o peso que o automóvel está carregando; verifique o manual do proprietário ou etiquetas que indicam a pressão ideal de acordo com o peso.

Estes podem ser encontradas na tampa do bocal de abastecimento ou perto das borrachas da porta do motorista/passageiro.

Etiqueta do Inmetro no pneu: para que serve?

Ao comprar pneus, é importante também se atentar a etiqueta colocada nele pelo Inmetro. Nela, pode ser notada as características dos níveis de ruído que o pneu emite em decibéis, sua taxa de consumo e a aderência ao piso molhado.

O índice de atrito com o asfalto é classificado de A até G: quanto mais próximo da letra A, maior é a aderência do pneu ao solo. Caso o índice esteja na letra E, deve-se ficar atento. Entretanto, se a etiqueta mostra que o pneu tem índices F ou G, menor o atrito ao chão e maior o risco de ele escorregar em dias chuvosos.

Boris Feldman explica como ler a etiqueta do Inmetro no pneu. Veja o vídeo:

Como escolher o pneu mais econômico

Não é apenas a potência do motor, quantidade de pessoas que o carro está carregando ou o trânsito que influencia o consumo de combustível: os pneus também estão relacionados a este aspecto.

A mesma etiqueta do Inmetro, onde contém várias informações importantes sobre o pneu, possui também a tabela que mostra o nível de influência do pneu no consumo do carro.

A tabela vai de A até G, onde os níveis A, B e C são considerados influência aceitável no consumo; D e E são níveis considerados de médio consumo, F e G significam que os pneus têm alto consumo de combustível.

Prazo de validade do pneu do carro

Por último e um dos itens mais importantes, se não o mais relevante: o prazo de validade do pneu. Ele tem durabilidade de 5 a 6 anos após a data de sua fabricação. Após isso, ele começa a perder suas características originais, pode começar a deformar e afetar a segurança ao dirigir.

Até aí, tudo bem… Mas como saber a data em que os pneus do carro foram fabricados?

Por meio da banda lateral do pneu é possível encontrar a sigla DOT, um código de identificação que pode ser considerado a ‘identidade’ do pneu. Ele é acompanhado por mais 13 dígitos, que variam entre números e letras.

Caso o pneu do seu carro tenha sido fabricado antes de maio de 2019, quando houve uma atualização no método de identificação DOT, é possível você encontrar na banda lateral a especificação semelhante: ‘DOT 1218’; significa que a fabricação deste pneu foi na 12ª semana do ano de 2018.

Fonte: Auto Papo
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br

mm

Redação Portal PaNoRaMa

O Portal PaNoRaMa um dos pioneiros na área de cobertura de eventos e notícias de Jataí - Goiás, lançando uma forma única de trabalho e divulgação.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Receba as principais notícias do dia

Topy
Abrir conversa
Precisa de ajuda?