Cães & Cia Colunistas Top Destaque

Outubro Rosa Pet

Foto: Internet
No mês de outubro, temos a conscientização da sociedade para prevenção do tumor de mama, a qual também ocorre com nossos pets...
Colunista: Jackelyne Dutra – CRMV-GO 05767

O tumor mamário é a neoplasia mais frequentes em fêmeas caninas, enquanto em gatas é o terceiro tipo de tumor mais diagnosticado. Em todo o Brasil, veterinários orientam os tutores a apalpar as mamas dos seus animais a procura de pequenos nódulos firmes, caso encontre, leve ao médico veterinário de confiança para confirmar o diagnóstico. Quanto mais precoce esses tumores são diagnosticados, mais chances seu animalzinho tem de cura.

As cadelas com faixa etária entre 7 e 12 anos são as mais predispostas ao desenvolvimento dessa neoplasia. As racas caninas mais acometidas são Poodle, Dachshund, Yorshire Terrier, Maltes, Cocker Spaniel, Pastor Alemão, Boxer, Pointer, Fox Terrier e sem raça definida e nas gatas a raça siamês são as mais afetadas.

Sabe-se que os tumores mamários são hormônio-dependentes, assim, a castração precoce previne o desenvolvimento dessa enfermidade. Cadelas castradas antes do primeiro cio apresentam um risco de desenvolvimento de neoplasia mamaria de 0,5%; antes do segundo cio o risco é de 8% e antes do terceiro cio, de 26%. Enquanto nas gatas o risco é de 9% quando castradas antes do primeiro cio, 14% antes do segundo cio, subindo rapidamente para 89% quando castradas após o segundo cio.

O uso de contraceptivos injetáveis (vacina anti-cio), foi relacionado ao aumento do risco de desenvolvimento, principalmente de tumores benignos, tanto nas cadelas quanto nas gatas. Assim, recomenda-se que seu uso seja substituído pela realização da castração precoce.

A obesidade também pode contribuir com o desenvolvimento dos tumores mamários em cadelas e gatas. Acredita-se que os tumores mamários benignos em cadelas possam se transformar após alguns meses em malignos.

A remoção cirúrgica é o tratamento de eleição dos tumores mamários e nas cadelas é o que proporciona maior chance de cura. Na presença de neoplasias em estádios avançados e com alto grau de malignidade, a chance de recidiva e de desenvolvimento de metástases são maiores, sendo necessário a associação de terapias adjuvantes.

Colunista: Jackelyne Dutra – CRMV-GO 05767
Foto Capa: Internet
Jornalismo Portal Panorama

Aviso importante:
O conteúdo exibido nesta seção (COLUNA), apresenta caráter meramente informativo. O Portal PaNoRaMa não se responsabiliza pelo conteúdo dos colunistas que assinam cada texto, nem pelas decisões baseadas nas opiniões e recomendações contidas nesta seção. Assim, o Portal PaNoRaMa se exime de qualquer responsabilidade pelos eventuais danos ou prejuízos, de qualquer natureza, que possam decorrer da utilização deste conteúdo, por qualquer meio ou processo, e para quaisquer fins.

mm

Redação Portal PaNoRaMa

O Portal PaNoRaMa um dos pioneiros na área de cobertura de eventos e notícias de Jataí - Goiás, lançando uma forma única de trabalho e divulgação.

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Precisa de ajuda?