O efeito do encarecimento nas vendas do carro popular em 2014

Automóvel

Como sabemos, além dos airbags, todos os automóveis de passeio e comerciais, leves, importados e com fabricação no Brasil, devem agora possuir obrigatoriamente o sistema de freios ABS. Entretanto, pelo menos em nosso país, isso está gerando aumentos de até aproximadamente 10% no preço dos carros, o que não é de fato legal para o nosso bolso, mas pode ser essencialmente importante à nossa segurança.

CAT - Automóvel

Esse encarecimento leva em conta o mais novo e alto IPI (Impostos sobre Produtos Industrializados), a instalação obrigatória do airbag e do freio ABS, que até então, não eram de série nos carros mais baratos e populares.

A expectativa das fábricas e da população em si era de que houvesse uma queda considerável na venda dos automóveis logo no início do ano, com isso as montadoras chegaram até a planejar uma corrida às lojas ainda em dezembro de 2013, tentando assim reverter o cenário de queda durante as vendas. Porém, a verdade é que até o momento (primeira quinzena de janeiro de 2014), não houve um considerável efeito do IPI nos automóveis e nem uma queda representável na venda dos mesmos.

A questão é que se houver de fato, a queda nas vendas e os planos das montadoras não correrem bem mantendo o mercado como está, esta será a primeira queda nas vendas em 10 anos no Brasil.

Com tais relatos, até o momento fica claro que a adoção obrigatória dos itens de segurança não foi ruim, muito pelo contrário, afinal, embora o preço aumente, a segurança também se eleva, o que acaba sendo válido se olhado por tal ângulo.

Nayara Borges de L. T. Moraes / Foto: Vânia Santana

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.