Opinião

Não queremos flores

Hoje não é dia de comemoração. É dia de luta.

Hoje eu acordei inquieta. Recebi algumas felicitações, li alguns textos e senti a necessidade de escrever o fluir de alguns pensamentos no calor do momento.

Hoje não é um dia feliz. Não é um dia comercial. E acima de tudo, não é um dia superficial. Não é um dia para comemorar, não é dia de ganhar desconto nem sair para jantar. Não é dia de receber elogios e rosas. Rosas cheias de espinhos por aqueles que desfiguram nossos rostos, violentam nosso corpo e dizem nos amar. Hoje é um dia de reflexão, dia de olhar para o passado e valorizar cada mulher que deu o seu sangue para que nós avançássemos alguns passos.

É dia de relembrarmos que a mulher ao lado não é sua inimiga, é sua maior aliada. E que ao atingi-la, estamos atingindo a nós mesmas. É dia de desaprender tudo o que a sociedade diz sobre as mulheres. Bruxas, queimadas, loucas, ignoradas e mortas e ainda assim, renascidas das cinzas. E hoje dizemos com orgulho que somos as netas das bruxas que vocês não conseguiram queimar.

Hoje é dia de repensar as nossas atitudes. Dia de olhar para as mulheres da nossa vida, mães, amigas, namoradas, irmãs, colegas, professoras com mais atenção. Você, mulher, levante outras mulheres, a conquista de outras também é a sua. Elogie, escute, apoie, ajude. Não julgue, não exponha, não acuse. Você, homem, não dê rosas, não dê parabéns, não finja que hoje é um dia especial e o resto amanhã continua igual. Respeite, ame, defenda, cuide, escute, agradeça, apoie as mulheres, não só as que te atraem.

Hoje também é dia de lembrar que toda crise política, econômica e religiosa leva ao questionamento dos direitos das mulheres. Todos os direitos conquistados não são permanentes, são frutos de uma luta diária. E se você acha que a luta acabou, que não há mais nada pelo que buscar, saiba que nós lutaremos por você também.

Larissa Pedriel

Redação Portal PaNoRaMa

Adicionar comentário

Clique aqui para publicar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Abrir conversa
Precisa de ajuda?
Powered by