Intolerância a lactose: conheça mais sobre a tão comentada reação

Saúde e Bem Estar

A alimentação balanceada faz parte de uma vida saudável e é uma das maiores preocupações de quem quer emagrecer, ganhar massa muscular ou apenas manter o corpo em bom funcionamento. Entretanto, vários fatores podem prejudicar o alcance destes resultados, entre eles estão as intolerâncias e as alergias alimentares. Se com a sua dieta você não estiver conseguindo os efeitos almejados, pode ser que alguma intolerância esteja atrapalhando.

TEste 2020 aac

Das intolerâncias, a mais comum é ao açúcar presente no leite, chamado de lactose. A hipersensibilidade ocorre porque no organismo há uma baixa produção de lactase, que é a enzima necessária para digerir o açúcar do leite. Como a lactose não é quebrada, ela chega ao intestino grosso intacta, é fermentada por bactérias presentes no nosso sistema e isso causa o desconforto. Alguns especialistas defendem que todas as pessoas vão apresentar essa reação alimentar, em graus diferentes, em algum momento da vida. Isso porque além de algumas pessoas já terem a tendência, a ingestão exagerada do alimento pode gerar a reação por dificultar a digestão.

Intolerância à lactose não é uma doença grave, ao contrário da alergia à proteína do leite, que pode levar a morte em casos extremos. Pelos sintomas, é possível diferenciar uma da outra. A alergia causa inchaço na glote comprometendo a respiração, além de provocar coceira e dermatite. Já os sintomas da intolerância são desconfortos no aparelho digestivo que incluem grande produção de gases com inchaço abdominal, cólica, náusea e diarreia ou prisão de ventre. Após a retirada dos alimentos que contém lactose existe a impressão de emagrecimento, que na verdade é a diminuição do inchaço que o corpo apresentava.

Como alguns dos sintomas da intolerância à lactose são confundidos com intoxicação alimentar ou com a indigestão, uma pessoa pode passar anos sem ser diagnosticada. Quem desconfiar que tem essa reação ao leite e seus derivados pode fazer testes com tentativas e erros para confirmar o que é mais aceitável para o corpo. Nem sempre é necessário restringir totalmente os lácteos da alimentação, pois existem cápsulas de lactase que podem auxiliar na digestão. E para quem deseja a confirmação de um profissional, o exame médico para diagnosticar e medir o grau da intolerância é oferecido pelo SUS, assim como as cápsulas de lactase.

Neila Coutinho
Jornalismo Portal Panorama

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.