Goiás registra primeira morte por chikungunya em 2022

Goiás registra primeira morte por chikungunya em 2022

4 semanas atrás 0 Por Redação Portal PaNoRaMa

A Secretaria Estadual da Saúde (SES) confirmou a primeira morte por Chikungunya em Goiás no ano de 2022. A vítima é uma mulher de 27 anos, moradora de Aparecida de Goiânia. Segundo a pasta, mais informações do caso estão sendo apuradas.

Dados epidemiológicos da SES revelam que, ao longo dos 12 meses de 2021, 570 pessoas se contaminaram com a doença. Em 2022, somente no primeiro semestre, já são 3.041 casos de confirmados no estado. Ou seja: houve aumento de cerca de 300% no número de contaminações de um ano para o outro.

Os órgãos de saúde de Goiás monitoram os casos de chikungunya ano a ano desde 2015, com exceção de 2017 e 2018. Com base nesta avaliação, o número de pessoas diagnosticadas com a doença é o maior já registrado desde então.

Em 2015, por exemplo, houve apenas um caso confirmado. Em 2016, esse número subiu para 7; em 2019 caiu para 2; e em 2020 não houve nenhum registro de Chikungunya no estado.

Os indicadores da Saúde detalham ainda que os casos confirmados da doença estão concentrados em 76 cidades goianas. Do total de municípios do estado, 128 não têm nenhum caso notificado e 42 têm apenas suspeitas.

Vale lembrar que a doença é transmitida por meio da picada do mosquito Aedes aegypti, que também é o vetor da Dengue e Zika. Durante o primeiro trimestre de 2022, Goiás chegou a ser considerado o segundo estado do Brasil com mais mortes por dengue.

Fonte: Mais Goiás
Foto: Reprodução – FreePik
Jornalismo Portal Panorama
panorama.not.br