Folga para o fígado: um mês sem álcool já ajuda órgão a se recuperar

Saúde e Bem Estar

De acordo com a Associação Americana para o Estudo do Fígado, deixar de consumir bebidas alcóolicas por um mês, já é suficiente para o órgão se recuperar e promover benefícios à saúde da pessoa. É isso o que aponta um estudo feito por esta Associação e que será apresentado neste mês.

TEste 2020 aac

Dessa forma, de acordo com a pesquisa, 102 pessoas ficaram em situação de abstinência temporária, ou seja, sem consumo de álcool por um período determinado. Ao analisar o resultado, a Associação confirmou que eles tiveram redução da fibrose do fígado, situação que pode acarretar cirrose. Isso levou os pesquisadores a acreditar que permanecer por um tempo sem consumir bebidas alcóolicas pode trazer melhoras à saúde do fígado, por conta dos danos causados.

Entretanto, este não é o primeiro estudo que relaciona abstinência alcóolica com o fígado. Em 2013, foi elaborado um projeto entre a revista “New Scientist” e pesquisadores do Instituto do Fígado e da Saúde Digestiva na Escola de Medicina da University College London (UCLMS), no qual foram medidos os efeitos da abstinência alcóolica em um grupo de 10 pessoas da própria equipe, em comparação a 4 membros que continuaram a beber socialmente.

O resultado de tal estudo também comprova que o período em que os participantes ficaram sem consumir álcool, reduziu em média, 15% da parcela de gordura do fígado. Além disso, o nível de glicose no sangue caiu em média 16% neste mesmo grupo. Estes participantes também relataram que a qualidade do sono melhorou assim como a concentração.

Por isso, em alguns locais, já existem campanhas que tentam promover abstinência alcóolica por um determinado período. É o que ocorre, por exemplo, no Reino Unido, com a “Dry January”, que propõe passar os 31 dias de janeiro sem consumir bebidas alcóolicas.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.