Dor de cabeça? Saiba o que pode estar provocando

Saúde e Bem Estar

Apesar de ser algo específico para cada pessoa, a dor de cabeça pode estar muitas vezes associada a alguns hábitos alimentares. Por outro lado, quando nos alimentamos bem, com comidas saudáveis e praticamos exercícios físicos, é uma maneira de se controlar as crises de enxaqueca, que chegam a afetar tanto a vida pessoal quanto a profissional da pessoa.

TEste 2020 aac

Dessa forma, comidas erradas tendem a agravar o problema de saúde, já que certas substâncias interferem negativamente no organismo, desencadeando as tão temíveis crises. Já foram feitas pesquisas comprovando que pessoas que sofrem de enxaqueca podem ter sensibilidade a determinados alimentos, por isso, além de controlar o estresse e a qualidade do sono, é importante se adequar a uma boa dieta.

É difícil saber quais alimentos provocam a dor em cada pessoa, por isso, é essencial que o paciente procure associar a ingestão de alguma comida com o surgimento da crise de enxaqueca, evitando assim, o consumo do mesmo. Entretanto, existem alguns produtos alimentícios mais perigosos e que costumam provocar a dor com mais facilidade. Confira 4 deles:

– Glutamato monossódico: Substância presente nos temperos e produtos que realçam os sabores, como AJ-NO-MOTO, Sazón e Caldo Knorr. Está na lista negra de quem sofre com dores de cabeça regulares, pois leva à redução da liberação de substâncias cerebrais, que são importantes para a função muscular e à captação de glicose pelas células cerebrais, provocando a dor.

– Nitratos e nitritos de sódio e potássio: São utilizados para conservar e fixar cores em carnes processadas. Provocam a dor porque dilatam os vasos arteriais meníngeos e são encontrados em presuntos, mortadela, salame, peixes em conserva, salsichas e patês.

– Aminas: As aminas bioativas, como a tiramina, feniletilamina, octamina e histidina são semelhantes à dopamina e dessa forma, podem aumentar a pressão arterial e levar à cefaleia. São encontradas em vários alimentos, como o vinho tinto, cerveja, chocolate, queijos maturados, embutidos, molhos de soja, carnes defumadas, feijão, iogurte, suplementos proteicos e abacate.

– Lipídios e ácidos graxos: Todos conhecem os benefícios do ômega 3 contra as dores de cabeça. Entretanto, os ácidos graxos do tipo linoleico e oleico, além do excesso de lipídios no organismo tendem a desencadear as crises. Por isso, evite sempre que possível alimentos muito gordurosos como bacon, batata frita e carnes gordas e também sementes oleaginosas como castanhas, nozes e amendoim.

Rosana de Carvalho – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.