Dicas para se sair bem na redação do Enem 2014

Notícias Top Geral

Uma das partes do Exame Nacional do Ensino Médio que mais preocupa os estudantes em relação à prova é a redação.

Os dias do exame estão cada vez mais próximos e devido ao fato de que a maioria das universidades adotou ao Sisu, este ano o número de inscritos se elevou alcançando 8,7 milhões de estudantes, ou seja, está bem mais concorrido.

Muitos inscritos tem dificuldade em realizar uma redação e ficam perdidos ao se deparar com um tema do qual raramente ouviram falar. Portanto é bom ficar atento, pois a nota da redação é mais que fundamental na prova e não pode ser zerada.

Para auxiliar e dar uma força aos inscritos quanto à redação e suas exigências, foram listadas algumas dicas e práticas que podem ajudar a se sair bem na prova, confira:

  • A redação exige no mínimo 7 linhas e no máximo 30, portanto é bom que seja objetivo ao escrever, incluindo o que se pede com um conteúdo que contenha um ponto de vista e argumentos persuasivos.
  • As redações do Enem geralmente são sobre assuntos atuais. Portanto ler editoriais, jornais, revistas, livros, sites de notícias e assistir jornais são formas de aperfeiçoar um amplo conhecimento.
  • Além de ler bastante é necessário praticar e treinar. Por isso, é indicado que se escolha temas da atualidade, pesquise informações sobre o tema e treine escrevendo pelo menos duas redações por semana.
  • A redação pede um formato dissertativo-argumentativo, esse gênero textual exige que o estudante construa e defenda um ponto de vista. É recomendado propor uma tese inicial e apresentar argumentos que comprovem o principal ponto de vista, que tem como objetivo destacar uma solução para o problema apresentado.
  • Elabore um projeto de texto. Leia a proposta com bastante atenção, identifique o tema proposto em debate e em seguida elabore uma tese para defender com argumentos que sejam relevantes, pertinentes e capazes de mostrar um senso-crítico e repertório amplo.
  • É importante tomar cuidado para não se restringir em apenas reproduzir a coletânea.
  • Ao elaborar uma proposta de intervenção, tenha cuidado para que a mesma respeite os direitos humanos.
  • Ao fazer a redação mantenha a calma e o foco no que está fazendo.
  • Este ano será punido com nota zero aqueles textos com deboches e trechos deliberadamente desconectados com o tema proposto. Também não estará valendo receitas de macarrão, muito menos hino de time de futebol.
  • Textos que fogem do tema ganham nota zero.
  • Tente construir um texto com conteúdo, sem deixa-lo muito curto ou enrolar demais.
  • Fique atento às pontuações, clichês e generalizações.
  • Radicalismo ou preconceito podem zerar a redação.
  • Criatividade ao escolher um título é fundamental, o argumento capaz de “agarrar” o leitor ao texto começa e já deve estar presente no título.

 Nayara Borges – Site PaNoRaMa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.